Professor Hariovaldo Almeida Prado

10 novembro 2008

Golpe no coração da Democracia: Esquerdista vence o candidato dos homens bons americanos.

Filed under: Obama — Humberto @ 13:20

Socialist

Foto oficial da campanha de Obama

A evidências eram por demais, digamos, evidentes: toda a mídia liberal Hollywoodiana lhe dava suporte. Toda a imprensa escrita, televisada, radiotransmitida e internetada esteve a seus pés durante todo esse tempo.

Sua campanha, a mais descaradamente cara de todos os tempos em qualquer lugar. Como se não lhe bastasse o apoio de todo o lobby esquerdista-liberal chic de Manhathan, Obama ainda contou com o silêncio cúmplice e covarde daqueles que sabiam de seu vínculo com os terroristas naturais de seu próprio país, e os poucos que tentaram romper o véu da hipocrisia esquerdopata foram ridicularizados e silenciados.

A bem da verdade, os Democratas já haviam vencido a batalha há 8 anos, quando as elites liberais da mídia iniciaram sórdida campanha – lembremos do apedeuta Michael Moore e seu arsenal de mentiras em que só capadócios terceiro-mundistas acreditaram – contra George W. Bush. Este, por sua vez, tentou calar de vez a boca maliciosa deles, quando empregou positivamente, ainda sob os esforços do combate ao terrorismo internacional, a força para derrubar o tiranete Saddam Hussein. O ditador iraquiano ainda teve tempo de se livrar das mais que comprovadas armas de destuição em massa, antes de ser apanhado pelas forças democráticas e feita então a Justiça.

De Obama, só podia se esperar a vitória, pois na campanha mais cara da História, não lhe faltaram recursos, já que as elites globais regaram generosamente seu jardim, enquanto o candidato das pessoas decentes e tementes a Deus vivia à míngua. Nem mesmo o leilão do biquíni-bandeira americana de Sarah Palin para angariar fundos à campanha republicana conseguiu levantar o ânimo da turma de McCain.

Obama comunist Symbol

Selo da campanha de Barack Obama

Como se não fossem poucas as precauções das elites, a fim de garantir a vitória dos Democratas, a mídia liberal escondeu o encontro entre Lula e Fidel Castro, no qual o ditador cubano entregou dólares cubanos ( disfarçados em caixas de rum ) ao apedeuta que, por sua vez, repassou – via Foro de São Paulo, através de intrincada rede de ONGs esquerdistas – à campanha de Obama, da forma como Cuba houvera feito durante a campanha petista de 2002.

Mas não há de ser nada. O que importa é que, eles podem ter ganho os EUA, mas nós os escorraçamos de São Paulo. Ungidos por São Serapião, e sob a valente e destemida liderança de Professor Hariovaldo, estaremos monitorando as ações subversivas dos antiamericanos e anti-ocidentais, apologistas do marxismo vermelho, contrários à liberdade de expressão e ao livre-Mercado e aos preceitos cristãos dos homens bons e dos cidadãos de bem.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.