Professor Hariovaldo Almeida Prado

28 dezembro 2009

Décadence sans elegance – jornaleco francês bajula Lula

Filed under: Condor Red Plan — Hariovaldo @ 07:53
Retirante

Atraído pelas atividades marxistas no ABC Lula abandonou suas terras no nordeste

Um dos piores jornais da França, dominado por marxistas ateus, integrou-se ao PT Press internacional para bajular o apedeuta tupiniquim e passar a falsa imagem que essa figura abominável tem algum respeito e reconhecimento (sic) em terras européias. A ação de tal pasquim visa em primeiro lugar ofender gravemente a honra e a dignidade dos homens bons do Brasil com a eleição de um mero retirante nordestino como preferido desse grupelho de jornalistas-comunistas francês. É uma grande decepção pois logo a França que já nos deu Pétain e Jean Marie, agora é usada pelo marxismo internacional para ofender o mundo com tal infâmia, é um absurdo. A escalada petista comprando a imprensa marrom internacional para incensar o apedeuta e mentir para os povos do mundo já está indo longe demais e os homens de bem de todas as pátrias do mundo precisam reagir a essa satânica ofensiva. Agora mais do que nunca, homens bons de todo o mundo uni-vos!

Signus Dei

Transmito-lhes a seguir, como incentivo,  a missiva eletrônica que recebi de nosso amantíssimo irmão Dom José Cupertino de Porciúncula y Bobadilla, que muito me emocionou, e que é um verdadeiro manifesto contra essa mentirosa referência positiva ao líder da ditadura lullopetista.

“Amabilíssimos confrades,

Irmanados na graça de São Serapião e bafajados por suas bênçãos, saúdo-os desejando aos homens bons e às mulheres boas uma excelente entrada de anos. Que o vosso Réveillon seja tão opulento e faustoso quanto os pantagruélicos banquetes que o nababesco Vatel preparava na corte do Rei Sol Luís XXIV!


Imaginem a carreira que me espera: chego do Mediterrâneo amanhã, em meu modesto iate de 345 pés, para tomar o meu humilde Learjet, a fim de cear com o querido Aécio. Este, com a modéstia que lhe é característica, convidou alguns amigos mais próximos, para um delicioso convescote, regado a uísque 18 anos, champagne Möet & Chandon, caviar beluga e pãezinhos de queijo, servidos sobre uma bela e barroca mesa espelhada. Além de Maradona, Rafael Polegar, Narcisa Tamborindeguy, Fábio Assunção, Augusto Nunes e Vera Fisher, uma boa parcela do PIB nativo haverá de chacoalhar os esqueletos ao som da querida Amy Winehouse. Supimpa!!!! Pena que o amado THC, Dom Fernando I, o Viril, já tenha confirmado a sua ausência – ele agora só usa produtos naturais!

Voltando ao assunto que motiva a resenha, meu ebúrneo mentor,a desfaçatez do evolulochavismo parece não ter limites. O ouro de La Paz, despejado aos borbotões, qual uma cornucópia malfazeja, seduz e oblitempera o juízo até mesmo dos homens bons de outras plagas. Os franceses, que nos anos 40 tiveram no governo de Vichy, do saudoso Marechal Pétain, seu mais fulgurante momento, desde Luís XIV, retrocedem à barbárie e ao período Neanderthal. Seu outrora importante jornal agoniza no lodo e na ingnomínia!

Abriga, com destaque soez, o nonedáctilo batráquio marxista, paradigma da indignidade e da concupiscência! O ouro de Pyongyang, outra vez, serviu ao vergonhoso fim de enlamear mais um veículo jornalístico internacional, como já fizera com os outrora resspeitáveis The Economist, El País e Newsweek!  Mas não nos deixemos quedar pelo desânimo e pelo desespero! A gôndola dourada da esperança já saiu do porto e navega, plácida e resoluta, pelos límpidos córregos da nossa revigorada São Paulo! O doge José, mais preparado dentre os homens bons, já iniciou a sua marcha urbano-fluvial e o caminho lacustre para a vitória se espraia pelos quatro cantos da nação!

Ouçam, homens bons e mulheres boas, a convocação para o combate que se afigura breve e intenso contra as forças do bolchevismo pagão!  Rufam os tambores da decência e da probidade. Soam os clarins da ética e da retidão! Como em 1964 (perdão pelas lágrimas condoídas – sempre acontece quando lembro dos augustos tempos da Gloriosa), mais uma vez a família marchará, com Deus, pela liberdade! Os iates povoarão as pluviais ruas e avenidas de São Paulo (quem não tiver iate pode ir de jet ski) e nós, os engalonados discípulos de São Serapião, apearemos do poder o Súcubo de nove unhas e monoglota e sua corja de apedeutas, para a glória do nosso padroeiro e inspirador!

UM FRATERNO AMPLEXO E ATÉ A VITÓRIA TOTAL E DEFINITIVA!
Paulo Octávio, meu estimado construtor, não creio em uma palavra do que a oposição brasiliense – pagã e maoísta anda espalhando a seu respeito. Você é um homem escorreito e que honra as cuecas que despe!!!!

Querido Bóris, disse-lhe certa feita e volto a repeti-lo: é o costume da felação, praticado em afrodescendentes providos de incomensuráveis jebáceas, que faz a sua boca torta. Você seria um melhor homem bom se parasse com esses pecadilhos!!

Corajoso e impoluto Ônix Lorenzoni, prócer do liberalismo e sempre com um sorriso escandido nos lábios. Percebo que você tem aumentado a erosão capilar, de modo a honrar o mais preparado dos homens, o nosso engenheiro e presidente licenciado José, o Megacéfalo. Será que desta vez o mote compre um careca e leve dois vai funcionar?

Meu bom William Waack, passado o susto de ter visto, pela primeira vez, um economicamente menos favorecido comprar uma geladeira, prepare-se: com o salário mínimo a R$ 510,00, não duvide se a malta começar a adquirir também automóveis – é o cúmulo.”

Blog no WordPress.com.