Professor Hariovaldo Almeida Prado

6 maio 2010

Semanário dos homens bons lidera a luta contra os indígenas comunistas

Índios oportunistas

Índios comunistas devorandos algumas vítimas. Notem um antropólogo (branco de barba loira) orientando os selvagens

Pondo-se à testa das tropas dos homens de bem que lutam contra a evomoralização do Brasil, o semanário dos homens bons desmascarou a ação dos agentes comunistas antropólogos que usam os mais pérfidos ardis para atravancar o desenvolvimento nacional imobilizando grandes extensões de terras para os silvícolas (estes seres cuja natureza mais se aproxima da natureza das bestas e das feras que dos seres humanos, como bem nos orientou Anchieta), no intuito de, juntamente com o MST – as Farcs brasileiras -, começarem uma revolução maoísta no país. Essa ação vergonhosa deve ser detida uma vez que o solo pátrio pertence aos homens bons, os legítimos herdeiros desta parte do paraíso, pois como disse o Santo Padre, os indígenas estavam cá, deste lado do Atlântico, rezando e mui desejosos que Nosso Senhor os enviasse os homens bons para que assim pudesse serví-los e aprender com eles o caminho do bem.

Por isso mesmo, precisamos dar um basta nessa farra de antropólogos comunistas pelo bem da nação pois já bastam dois índios fanfarrões presidentes, Evo e Chavez, daqui à pouco vão querer um Juruna em Brasília usurpando a presidência da república também, aí já é demais! Precisamos cortar o mal pela raiz,  impedindo a ação desses próceres do comunismo primitivo, temos que impor o semanário dos homens bons como leitura obrigatória nas disciplinas de antropologia das universidades brasileiras, para que a chaga do bolchevismo antropológico não prospere sobre a terra de Vera Cruz. Amém!

Anúncios

96 Comentários »

  1. Nobilíssimo caraíba, Mestre Hariovaldo, Cacique dos Homens Brancos,
    Caríssimos fidalgos da boa raça.

    Quanta ignomínia estamos sofrendo nós, os de alva epiderme, com esse ataque sistemático do evochavolullismo ao direito divino à propriedade que assiste os pertencentes à nobre fidalguia.

    Se não fosse a iminente assunção ao poder por nosso libertador, Dom José, o torrão auriverde acabaria por completo na mão dos silvícolas de parda tez.

    Como é bom ter em nossa pátria veículos sérios como nosso semanário-mor, que denuncia essas práticas usurpadoras desses antropólogos fumadores de cannabis sativa e bebedores de ahayuasca.

    A propósito, nobilíssimo lente, penso que esses vis antropólogos, cheios de vermelhidão em suas entorpecidas mentes, deveriam ser doutrinados pelo hariovaldismo, que é a corrente de pensamento sociológica-histórica-econômica-religiosa-antropológica-psicológica-holística mais completa e mais condizente com o que há de mais nobre nos ideais humanos.

    Deveriam deixar a odienta e nauseabunda leitura de Levi-strauss e passar a ter leitura de alto nível, como o “40 anos do Jornal Nacional”, de Bonner, o bastião do jornalismo-verdade.

    Deveriam deixar de assistir as horríveis películas dos comunistas franceses e do leste europeu, para assistir diariamente às enriquecedoras e profundas crônicas de Ana Maria Braga.

    Alvíssaras!!!

    Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 6 maio 2010 @ 14:08 | Responder

    • Caro Prof. Temistocles “O BOM”

      Em verdade vos digo e reafirmo suas palavras, como comparar nossa Veja,Bonner, e a divina Ana Maria Braga – verdadeiros patriotas cultos e indomitos – a estes comunistas degenerados, vermes internacionais, como Levi-Strauss, ou nacionais como Florestan Fernandes,Chico de Oliveira,Emir Sader, e outros contaminados desde antanho por idéias pérfidas e sortilegas.
      Alvissaras, e sempre alerta ao combate contra o petismo, e a ditadura Lulodilmai, a ideologia do mal e venal.

      Comentário por Aurélio Monte y Vaz — 6 maio 2010 @ 18:35 | Responder

    • Professor Temístocles Sabóia Filho, O Bom,

      Já demonstrastes há tempos que advéns da mesma ilustre cepa do magnânimo mestre Hariovaldo.
      Brinda-nos agora com esse verdadeiro libelo a favor da família e da propriedade, pilastras mestras para uma sociedade civilizada e progressista e fatores fundamentais para garantir uma vida eterna nas graças de nosso bom Deus, como assegura a Santa MAdre Igreja.

      Gostaria de humildemente acrescentar, como sugestão de leitura a todos os homens bons, os livros

      1. Roberto Marinho

      SINOPSE: Para fazer o que classifica como a maior reportagem que já realizou, Pedro Bial mergulhou em cerca de 4.000 documentos, atravessando o período que vai de meados do século XIX até o início do XXI, entre pedaços frágeis de papel amarelado pelo tempo, relatórios e informes secretos de governos, correspondência pessoal e profissional de 70 anos de atividade jornalística, além de cartas íntimas e esboços feitos por Roberto Marinho para as memórias que morreu sem escrever.

      Trata-se, na verdade, não de uma biografia, mas sim de uma hagiografia. Lições para engrandecimento da alma. O autor conseguiu se superar, coisa inimaginável!

      2. O paraíso destruído (Frei Bartolomé de Las Casas)

      Esse livro relata como se devem tratar os silvícolas. Lições singelas e simples de maneiras com as quais os espanhóis conseguiram angariar a simpatia e a amizade dos selvagens que habitavam ilegitimamente o paraíso.

      Assim, bradando hinos de louvor e glória, sigamos em frente rumo à vitória certa de nosso futuro presidente do Brazil.

      ALVÍSSARAS!!!

      Comentário por Henrique Araújo di Queyrós y Sá — 6 maio 2010 @ 22:29 | Responder

  2. Ainda bem que podemos contar com a VEJA para continuar a obra civilizatória. Vejam bem, caros condiscípulos e condiscípulas, eu estava na Venezuela, um país governado por um “zambo” (mistura de índio com moreninho), terra do amante da Dilma. Voltei ao Brasil seguro de estaria em paz na terra do presidente Serra (que bela rima, convenhamos), mas eis que estou vivendo um novo pesadelo. Lá, só se falava em Chávez; aqui, só se fala em Dilma! Ao invés de estar na terra do amante da Dilma, sinto-me na terra da amante do Chávez. Esse povo amazônico parece que não foi devidamente civilizado, apesar dos esforços heróicos dos bandeirantes (paulistas, é claro!) e daqueles meninos engraçados de Brasília que, numa homenagem antecipada ao presidente Serra, fizeram um tocha com o que ele haviam pensado ser, eu cito, “um mendigo”. É um horror, um pesadelo o que estou vivendo. Essa gente ignara daqui parece que nao lê pesquisas Globope ou DataSerra, nem mesmo as Dataprado!
    Estou tentando, sem êxito, alertar estas mentes envenenadas pelo consumo assíduo de carne humana. Já não sei mais o que devo fazer. Ajudem-me!

    Comentário por emerson — 6 maio 2010 @ 14:23 | Responder

    • Caro Emerson

      Faça como o Benedito, filie-se à Hitler Jugend.
      Alvíssaras!!

      Comentário por barão von Schutz und Staffel — 6 maio 2010 @ 16:38 | Responder

      • Heil Serra!
        Heil Serra!
        Heil Serra!

        Comentário por Von Floripa — 6 maio 2010 @ 17:25

      • Graf von Schutz und Staffel, Ritter Von Floripa

        Sieg Heil, Asseguraremos nosso Lebensraum contra os comuno antropólogos e civilizaremos os silvicolas. Gott mit uns.

        Comentário por Aurélio Monte y Vaz — 6 maio 2010 @ 18:52

    • Emerson, Cavaleiro da ordem de São Sérgio Fleury y Emilio Médici,

      Folgo em saber que v.s. retornou a salvo dos dominios do Demonio Caraquenho, sua experiencia em tratar com silvicolas apedeutas e degenerados será de grande valia a nossa pleiade de homens bons, patriotas servis ao engrandecimento de nossa Pátria.
      Sabemos que a amasia de Chavez (um mestiço), tem penetração entre os selvagens, pois é semelhante a eles em perfidia,vileza,sordidez,violencia e devassidão. Mas caro valoroso cruzado serapionesco, nós civilizaremos estes biltres onanistas contumazes, tais canibais inimigos da verdade serão disciplinados,levaremos a eles a fé em D. José Serra, recuperaremos suas terras e os utilizaremos como dantes, tal qual nossos honrados bandeirantes: mão de obra barata, trabalho duro, rosários a rezar, como pagamento o prazer de servir a nós, os superiores por designio de Deus e da Santa Madre Igreja. Amem !!!!

      Comentário por Aurélio Monte y Vaz — 6 maio 2010 @ 18:48 | Responder

      • Enciclopédico Don Aurélio,

        Acredito ter encontrado a razão do sumiço do mindinho do apedeuta:

        Observe a criança silvícola no canto inferior direito do retrato das festas do MST.

        Comentário por Von Floripa — 11 maio 2010 @ 21:12

  3. Prezado Professor.

    Falta no Brazil um líder para “pacificar” estes selvagens,um General Custer,um Buffalo Bill…eu sei quem é este homem.

    Em breve os silvícolas vão aprender a temer o tacape neoliberal daquele que será conhecido como “O grande chefe Tucano da cabeça pelada”.

    Comentário por Dilson — 6 maio 2010 @ 14:36 | Responder

    • O homem que desejas chama-se Kátia Abreu.

      Comentário por General Albernaz Ulstra Cornutto Soturno — 6 maio 2010 @ 21:06 | Responder

  4. O CMAPP – Centro Munchausen de Análises e Pesquisas Políticas – informa:

    ÍNDIOS APOIAM SERRA!

    Escolhido pelo nosso tradicional sorteio o povoado de “Índios”, próximo à idade de Lages, no estado de Santa Catarina.

    Os habitantes de Índios são apoiadores de primeira hora da candidatura Serra e têm realizado um intenso trabalho de catequese serrista em toda a região, convertendo para a nossa causa as cidades catarinenses de: Biguaçu, Braço do Norte, Caçador, Capão Alto, Capivari de Baixo, Cocal do Sul, Curitibanos, Forquilhinha, Gravatal, Ipumirim, Ituporanga, Lages,Nova Veneza, Painel, Rio Rufino, Timbó, Urupema, etc.

    Fontes serristas qualificadas asseguram ainda grande apoio a Serra nas localidades de: Aldeia dos Índios, no Pará; Cachoeira dos Índios, na Paraíba; Campo dos Índios, no Mato Grosso do Sul; Corre dos Índios e Passagem de Índios, em Rondônia; Palmeira dos Índios, em Alagoas; Ponta dos Índios e Aldeia dos Índios Galibis, no Amapá ; Ribeirão dos Índios, em São Paulo; Rincão dos Índios, Rio dos Índios, Serra Alta dos Índios e Cabeceira do Rio dos Índios, em Santa Catarina e Rio dos Índios, no Rio Grande do Sul.

    Como podemos observar, a Veja está, mais uma vez, coberta de razões. De norte ao sul do Brasil, Aldeias, Cabeceiras, Cachoeiras, Rios, Ribeirões, Rincões, Campos, Serras, Passagens, Palmeiras, Pontas, tudo já é dos índios, restando aos homens bons apenas os espaços virtuais como é o caso deste blog…

    Oxalá não queiram os indígenas conquistar também este blog, nossa última trincheira de luta!

    Quem vota em Serra não erra!

    Comentário por Barão de Munchausen — 6 maio 2010 @ 15:08 | Responder

    • PALMEIRENSES NEGAM APOIO A SERRA!

      Entramos em contacto com conhecidos residentes em Palmeira dos Índios, uma belíssima e progressista cidade alagoana com mais de 70.000 habitantes.

      Nossos informantes nos asseguraram que é totalmente falsa a notícia de que Palmeira dos Índios está apoiando José Serra.

      Segundo nossos informantes, os palmeirenses de Palmeira dos Índios marcharão majoritariamente, junto com os demais alagoanos, no apoio à candidata do Presidente Lula!

      2010 é Dilma no Planalto e serra no brejo!

      Comentário por Candinha Mexeriqueira — 7 maio 2010 @ 11:00 | Responder

    • Seu Barão,

      O Sr. exagerou. Que estória que essa que os habitantes de Nova Veneza apoiam Serra?

      Os habitantes daquela cdade estão “p” da vida com o Serra, tudo porque o careca quis transformar SP em Nova Veneza com as inundações que programou para a cidade. Com isso Serra a roubar o nome daquele cidade. Só não deu certo porque os moradores dos Jardins Pantanal e Romano reclamaram.

      Comentário por Asclepíades Maria de Jesus — 7 maio 2010 @ 17:53 | Responder

    • Pois é Barão, como ignorante vc é, hein! vc fez uma avaliação, edeveria ter certeza que se nao fosse os indigenas que ainda existisse no Brasil, nem isso existiri mais, pois o dito progesso que vc esta querendo para o Brasil ´pode acabar com isso, e ai será que vc terá razão ou essa Veja tbm estará certa!!
      TU ES UM IGNORANTE, E PRECISA CONHECER A HISTORIA DO NOSSO BRASIL!!

      Comentário por sidinei oliveira — 11 maio 2010 @ 16:31 | Responder

  5. ANTROPÓLOGO, INDIGIANISTA E DISCÍPULO DO GENERAL CUSTER, MESTRE PROFESSOR HARI PRADO

    Veja só professor, o que é o pensamento esquerdopata! Apoiam de forma virulenta a entrega/devolução das imensas glebas de terras, as quais, longe de estarem servindo apenas para selvagens beberem cauim e praticarem o canibalismo, eram utilizadas por grilei…. ops, por bem intencionados ruralistas, reis da soja, reis do gado e reis do arroz.

    Quanta ousadia desses vermelhos! Ainda bem que temos a isenta e nem um pouco preconceituosa revista Veja, a qual, é conhecida por “elogiar” não somente as idéias dos adversários, mas também suas características físicas: Assim Evo é o Indio Cocaleiro Mal Cheiroso, Chaves é Beiçola, Zelaya é o bigodudo ou chapeludo. Que mimo! Não pensem que escrevem isso procurando denegrir a figura do adversário. São apenas apelidos carinhosos!

    Acho que devíamos tratar nossos “peles vermelhas” da mesma forma que os DO NORTE tratam os seus. Coloque-mo-os em reservas, vamos dar pinga a vontade, deixá-los vender artezanato e servir de atração turística e permitir que abram cassinos. Vejam se essa não é a solução?

    Prá que tanta terra? Indio não gosta de trabalhar mesmo!

    Alvíssaras!

    Comentário por Padre Quevedo — 6 maio 2010 @ 15:33 | Responder

    • padre quevedo,
      tenho uma grande preocupacao quanto a este nosso Gen Custer.
      no afã de remover os indios para o sub-solo amazonico; fertilizando as pastagens
      de nossa querida Katia Husqvarna Abreu, matem tambem seus lindos nelores que hoje pintam de branco,
      onde antanho era só horrivel mata verde.
      Pois podem fazer como fizeram com os bizões americanos extinguido-os.

      Comentário por sir Osis of Liver — 6 maio 2010 @ 21:33 | Responder

  6. Deixem esses índigenas para lá. A usina de Belo Monte, que vai ser um tiro no pé do usurpador barbudo, vai acabar com grande parte deles e completar o serviço mal feito pelos nobres ibéricos que cá aportaram, por obra e graça de uma casual calmaria. Fizeram serviço de negro, “os Peros” como disse Hans Staden em seu histórico livro e não os dizimaram. Não ha mesmo que se preocupar com essa raça de antropóides primitivos que ha muito pouco tempo, deixaram de ser quadrúmanos e se fizeram eretos (epa!) Problemas, podem causar os antropólogos que insistem em chamá-los de iguais. Por isso, o impúd…epa! impoluto e facci… digo fatual hebdomadário, defensor dos homens bons, os chamou às falas e os execrou!

    Comentário por Acteon Guei — 6 maio 2010 @ 15:55 | Responder

  7. Hoje, em desagravao, os [índios das aldeias do Alto Xingu vão ouvir nosso cantico de guerra:

    Hei, hei, hei
    FHC é nosso rei
    Hei, hei, hei
    Privatizar é nossa lei

    Hei, hei, hei,
    O Serra é de nossa grei
    Hei, hei, hei
    FHC é nosso rei

    Abaixo os comunistas da nova Albânia-Bolivariana

    Comentário por Tucano Aloprado — 6 maio 2010 @ 16:19 | Responder

  8. Ilustrissimos,

    Francamente, lugar de índio é no museu. Estes protohumanos são um tipo de elo perdido da evolução. Sequer servem à domesticação visto a índole rebelde. Assim que entronado D. José Serra I deverá ceifa-los das regalias. Pra que manter um silvicola com direito a acres e acres de terras ?

    Ave D.José Serra I

    Comentário por Barão de Passos — 6 maio 2010 @ 16:25 | Responder

    • Ilmo Barão de Passos
      lembrai que vossos antepassados querendo dar utilidade aos silviculas, vertendo os mesmo
      a condição de escravos não lograram exito pois os imprestáveis não tinham vocação para
      a escravatura. dai a onerosa importação de bantos angolas e outros negros .
      Isto segundo livros didaticos da inigualável escola pública paulista.

      Comentário por sir Osis of Liver — 6 maio 2010 @ 21:44 | Responder

      • Vale lembrar que o índio é preguiçoso.

        Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 7 maio 2010 @ 00:21

  9. Comentário por vipíssima — 6 maio 2010 @ 16:27 | Responder

    • Que índios malvados, não é mesmo?
      Morri demais, com os índiosinhos em camadas. Tá pensando o quê? Vala nazista perde.
      *******************************************
      Viram a última pérola D’ele, o tesão do Tietê?
      “Não me coloco como oposição ou situação. Eu me coloco como candidato para o futuro”.
      Deve ser influência do exterminador do futuro, aconselhado pelo próprio schuazeneger, quando tiveram aquele tete a tete.
      Reditou o famoso “esqueçam o que escrevi” e lançou o “esqueçam que existi”.

      Comentário por vipíssima — 6 maio 2010 @ 19:01 | Responder

      • Me lembro de Alckmin dizendo a mesma coisa. Infelizmente, à época (ops) não deu certo. Mas agora vai! É Serra pra frente porque tem gente que mente!

        Alvíssaras!

        Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 7 maio 2010 @ 00:23

      • Essa de enterrar crianças vivas, me pegou em cheio no estômago.
        O que falar então dos abortistas que pululam por aí? Não são melhores…

        Comentário por Von Kasca — 7 maio 2010 @ 09:05

      • Querido Von Kasca,
        É na realidade um documentário feito por fundamentalistas evangélicos norte-americanos, que tem um braço- esqueci o nome, depois eu falo- na Amazônia. Tudo o que querem é aprovar um projeto de lei que propõe que o Estado seja o agente promotor da criminalização de práticas tradicionais, que não são exatamente às do filme, abrindo caminho para intervir em outras situações que julgar conveniente.
        Um instrumento de afirmação da superioridade moral dos homens bons sobre grupos excluídos ou diferentes.

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 11:46

      • Até não muito tempo atras os envangélicos matavam os filhos cujos pais reclamavam de serem desobedientes. É um fato,pois não?
        O grande problema dos indivíduos era atingir a idade adulta. As crianças eram educadas na base da pancada e da disciplina espartana.
        O pai era responsável por qualquer coisa errada que seu filho fizesse e seria punido no seu lugar. Em contra partida, se o cabrão
        falasse para as autoridades ,” olha,meu filho não me obedece e se recusa a seguir os envangelhos…”, eles dariam um jeito , aquele
        jeito semelhante ao dos selvícolas não envangelizados. Dito isto, é de uma hipocrisia atróz e crueldade idem, eles permitirem e
        ainda filmarem , sem impedir aquela barbaridade . Nada contra os Evangelhos más, esse tipo de evagélicos merecem ser pendurados
        pelo saco, depois de terem a boca preenchida de cacos de vidro e bem em socada em volta …

        Comentário por Von Kasca — 7 maio 2010 @ 15:16

  10. Nobres Serapionescos,

    É muito alvissareira a intervenção de Mestre Hariovaldo, nesta questão referente aos silvicolas degenerados e seus apoiadores e mentores, os antropólogos comunistas petistas, que foram desmascarados em suas atitudes anti-nacionais, verdadeiros traidores da sociedade, pelos jornalistas combativos,honestos e cultos, da Revista Veja – Tribuna da Verdade -,suprema é a nação que possui na trincheira do bom combate a ditadura Lullodilmal, a ditadura do mal, tão bravos defensores.
    Todo antropólogo é de origem comunista, alguns se recuperam desta viagem na infamia,como Roberto da Matta, mas outros se conurbam entre os mais abjetos militantes de ideologias decrépitas, insistindo em teses desclassificadas da realidade, morféticos moradores de instancias universitárias que na verdade são pocilgas eivadas de petistas, instituições que se destinam unicamente a fornecer mais e mais jovens, manipulados,obnubilados, as hostes petralhas, militantes uteis e descartaveis.
    Proponho que após a posse de D.José Serra – O UNICO -, estes inimigos da propriedade,sicarios da civilização superior (a branca e de olhos azuis),formadores de degenerados petistas homodepravados, sejam enviados a viver entre seus “amigos”, e futuramente sirvam de banquete aos silvicolas que tanto amam, pois aí serão presenteados com a possibilidade de viverem dentro da cultura que veneram, por um breve periodo, uma vez que hirsutos petistas não tem higiene, fedem, e sua carne é indigesta, tão ou mais quanto suas idéias carcomidas.

    Comentário por Aurélio Monte y Vaz — 6 maio 2010 @ 18:28 | Responder

    • Arriba Graeff
      Abajo Levistrô

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 18:14 | Responder

    • Oie!

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 19:25 | Responder

  11. Mestre Hariovaldo,

    Penso que se engana nosso amado Barão de Munchausen e que tudo não passe de trama diabólica dos silvícolas, incentivados a mentir pela corja petralhista. Não devemos nos esquecer que Gandavo já apontava o problema deste povo ” [A língua que usam] carece de três letras, convém a saber, não se acha nela F, nem L, R, coisa digna de espanto, porque assim não tem Fé, nem Lei, nem Rei”.Se já não tinham Fé, nem Lei, nem Rei, naqueles tempos, certamente não aceitarão agora o reinado do apocalíptico-sub-reptício-anacrônico de Dom Joseph I, Rei dos homens bons e brancos e fiel seguidor dos esparsos raios luminosos do antigo farol daquela bela cidade incendiada. Como nunca se sabe, é bom ficar atento.

    Vota em Serra, depois berra,

    Alvíssaras

    Comentário por Trajano Panis et Circenses — 6 maio 2010 @ 18:56 | Responder

    • Sir Trajano Panis et Circenses;

      Quero, com sua permissão, fazer um adendo ao seu douto comentário:

      Também o Padre Vieira, o maior orador do século XVII, argumentou a falta do “F”, do “L” e do “R” na língua do silvícolas (Vieira deve ter lido Gândavo).
      Ainda o Padre Vieira, um defensor inconteste dos nativos, argumentava que aquele silvícola que não aceitasse o Deus católico e o Rei português poderia ser tornado escravo em uma “guerra justa” (se é que existe guerra que seja justa).
      Logo, se o maior orador do século XVII assim argumentou, podemos fazer uma analogia com a situação atual: os silvícolas devem aceitar a Igreja de Pedro (despachante de Deus na terra, pois, segundo dizem, Jesus teria dito “Pedro, tu és pedra, e sobre tu erguerei a minha igreja) e também a D. José Chirico I – o Redentor da Nação – e seus desmandos digo desejos.
      Assim, como D. José carrega consigo o DEM, em cujas fileiras está Kátia – a Devastadora – é de se concluir que D. José queira que as reservas indígenas se tornem amplas pastagens e plantações de soja.
      Para finalizar: essa coisa de Antropólogo parece-me coisa de boiola: os caras passam anos entre os índios, todos pelados, e retornam com suas etnografias que dizem ser o relato da cultura dos silvícolas! E, segundo Malinowski, não se deve interferir na cultura, mas sim estudá-la. Logo, como os Antropólogos passam tanto tempo entre indígenas sem fazer nenhuma “intervenção cultural”?? Nem Madre Meneghel, devota que é, conseguiria tal intento.

      O Nanoestado acabará com esta situação degradante de vermos nossas terras serem tomadas pelos silvícolas! Daqui a pouco, caso nada seja feito, teremos que embarcar em caravelas e retornar para e Europa! Assim não póde, assim não dá!

      Comentário por D. Sebastião — 6 maio 2010 @ 22:40 | Responder

      • Admirável D. Sebastião,

        Iluminadas são suas palavras sobre silvícolas e antropólogos. Além de coisa de boiola, esses “profissionais” são pagos com dinheiro nosso! Veja você (adoro essa expressão): são bolsas e mais bolsas de mestrado e doutorado destinadas a “estudar” esses povos, dinheiro que sai dessa extorsão petista de impostos, coisa que nunca ocorreu nos idos tempos fernandinos. Ora bolas, por que não pegamos esse dinheiros e damos televisão para assistirem às novelas globais e entenderem como o mundo funciona? Assim acaba com essa preguiça e eles busquem nos adorar como o faz o resto da plebe. Talvez até passem a ler a Caras (a Veja não dá. É muito complexa para tais mentes…).

        Alvíssaras!

        Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 7 maio 2010 @ 00:32

      • Caríssimo D. Sebastião ( não seria Sir Sebastian??)

        Não pretendia alarmá-lo.
        Acalme-se, por favor!
        Dom Joseph I a cada vez que abre a boca, perde, ops, digo, ganha novos e fiéis adeptos entre os homens bons e de bens.
        Para o caso do nanoestado não se concretizar, basta deixar Pinta e Nina de prontidão.
        Aconselho-o a levar alguns chicotinhos de reserva para controlar motins a bordo.
        E Madre Meneghel, claro. Devota que é, conseguirá domar os ventos, se necessário for.
        Abandone ao relento os antropólogos traidores, deixe-os aqui sem bolsos e sem bolsas.
        Sem mais, fique em Paz.
        Alvissaras.

        Vota em Serra, depois berra!

        Comentário por Trajano Panis et Circenses — 7 maio 2010 @ 03:33

  12. Caríssimos Irmãos de fé,

    Mais um gol de placa da minha semanal preferida na maravilhosa reportagem “A farra da antropologia oportunista”, fls. 154 a 161 – Edição 2163.

    Segundo a Veja, as áreas já destinadas a reservas e demais áreas de preservação ambiental alcançam 5.500.000 quilômetros quadrados (64,5% do território). 255.000 quilômetros quadrados (3%) correspondem a cidades e infraestrutura. 1.110.000 quilômetros quadrados (13,1%) correspondem a reservas indígenas e quilombos. 850.000 quilômetros quadrados (10%) correspondem a assentamentos de reforma agrária. Tudo isso somando 90,6% do território nacional.

    Mas a insaciável hidra vermelha de milhões de cabeças não está satisfeita e quer mais. Contando com a cumplicidade e a indiferença de muitos quer devorar todo o Brasil. Estão para ser demarcados mais 72.600 quilômetros quadrados (1%) para reservas indígenas e quilombos; 15.000 quilômetros quadrados (0,2%) para assentamentos de reforma agrária e 15.000 quilômetros quadrados (0,2%) para reservas e demais áreas de preservação ambiental, totalizando, portanto, 92% do território nacional!

    Números estarrecedores. Eu fiquei tomado de pavor.

    E é nesse momento que a revista Veja toca as trombetas do alarme e marcha na vanguarda da consciência nacional tendo atrás dela, firmes, disciplinados e coesos, os seus milhões de leitores.

    Nos blogs de segunda categoria chovem as críticas dos adversários. Mentira!, dizem eles. Onde estão as fontes? E eu indago: para que fontes? Nós os crentes na Veja não precisamos de fontes. Por acaso a Bíblia, a Torá ou o Alcorão indicam as suas fontes?

    Acreditar na Veja é um dom, uma felicidade inexaurível, um estado de beatitude celestial. O céu na terra. Os não crentes jamais conseguirão compreender.

    Eu acredito, amo a minha Veja, sou feliz e tenho muita pena dos hereges da fé vejista.

    Comentário por Leitor da Veja — 6 maio 2010 @ 19:19 | Responder

    • Caro Leitor da Veja,

      Todos os leitores do semanário dos homens bons conhecem bem a verdade. Sabemos que não basta dizer que é índio para se transformar em um deles. Só é índio quem nasce, cresce e vive num ambiente cultural original. E tenho dito!!!

      Ave Serra!!!!

      Comentário por Roderick Azevedo Noblat e Leitão da Silva — 6 maio 2010 @ 19:25 | Responder

      • Por falar nisso, vou reinvidicar meu pedaço, pois tenho um piercing no nariz. Sou índia.

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 11:50

    • Leitor de Veja,

      A um homem de fé inbalavel como a sua, somente poderemos tecer loas de valor, és um discipulo valoroso, eivado de cultura e repleto de inteligência impar, um crente na verdade, alguem que jamais em tempo algum poderá ser alvo das aleivosias ou dissimulações pérfidas editadas pela PT-Press International.
      Mas caro cruzado da decencia, tome cuidado, pois serás alvo das petelhas devassas, portadoras de sortilégios vis e lubricos, que tentarão por meios abominaveis, quiça dissolutos, a procurarem derivar nobre varão, para suas hostes orgiásticas. Portanto recomendo vigilia, e cuidados com as bruxas depauperadas que lhe invectivarem ou tentarem seduzi-lo á abjeta fé no Batraquio Hirsuto e sua Marionete Perversa Terrorista.

      Comentário por Aurélio Monte y Vaz — 6 maio 2010 @ 20:47 | Responder

    • vamos,pessoas de bem,
      fazer adesivos para pregar em nossos mercedes,
      parecido com aquele outro:
      sou feliz por ler a veja.
      não é chique? coisa de granfino.

      Comentário por sir Osis of Liver — 6 maio 2010 @ 21:54 | Responder

    • Caro Leitor da Veja,

      Demonstras, a cada brilhante inserção vossa neste refúgio dos homens bons, uma sapiência ímpar. Tal característica vem demonstrar que tens sangue nobre, diferentemente do que ocorre com esses silvícolas.

      Com tua perspicácia conseguiste resumir como se deve dar a leitura do semanário dos homens bons: DOGMA. A leitura e crença no que está posto no nobre semanário não carece de razão, pois está muito acima da compreensão dos homens. Trata-se de um dogma, pois tudo o que está posto é verdadeiro, como bens resumiste.

      ALVÍSSARAS!

      Comentário por Henrique Araújo di Queyrós y Sá — 6 maio 2010 @ 22:16 | Responder

    • Caro Leitor da Veja, surgiu-me uma dúvida (quem sou eu para duvidar da Veja, mas…).

      A Veja fez as contas das áreas cobertas de agricultura no sul, sudeste, centro-oeste, nordeste e norte?

      Parece-me que houve um engano: os 10% a que o isento semanário se refere deve ser as fazendas da Kátia Abreu.

      Comentário por D. Sebastião — 6 maio 2010 @ 22:42 | Responder

    • Ilustrissimo Leitor de Veja,

      Eu odeio ler, mas estou solidário com voce. É um absurdo não crer na Veja.

      Marge, mais uma cerveja!!

      Comentário por Telespectador do Jornal Nacional — 7 maio 2010 @ 06:17 | Responder

    • Meu caro Leitor da Veja,

      Eu também acreditei
      E fiquei em estado de choque!
      Sinceramente eu não sei
      Como podem duvidar
      Mas essas antas só vão acreditar
      Se aparecer um índio de bodoque
      Pra de casa os expulsar!

      Está mais do que evidente
      Só as antas não conseguem enxergar
      Esses índios não querem trabalhar
      O que eles querem é tomar da gente
      Tudo que a gente lutou pra conquistar

      No andar da carruagem
      Se continuar essa pilantragem
      Não duvido nem um pouco
      Para ainda mais nos judiar
      Que eles queiram tomar
      Até nossa roupa do corpo
      E nos vendo assim pelados
      Como nós viemos ao mundo
      Oh, meu Deus, cuidai para que não tenham
      Nenhum pensamento imundo!

      Eles querem toda a terra
      E o único jeito de impedir
      É todo mundo se unir
      E votar no José Serra!

      Comentário por Rotiel Ad Ajev — 7 maio 2010 @ 07:04 | Responder

      • Meu caro Rotiel Ad Ajev,

        Vejo que compreendeste bem
        A verdadeira questão de fundo
        Essa gente não compreende
        A nossa visão de mundo

        Enquanto nós os alertamos
        Dos riscos a enfrentar
        Não percebem o perigo
        De sermos jogados ao mar
        Pelos silvícolas revoltados
        Numa vingança secular
        Pois é claro a essa altura
        Que os índios, manipulados
        Pra nos causar o mal
        O mínimo que estão querendo
        É nos mandar de volta a Portugal!

        Os tolos não acreditam
        Que o perigo está a espreita
        E ainda nos classificam
        Como neuróticos da direita
        E numa ignorância atroz
        Tão simplórios e imprevidentes
        Esses pobres inconsequentes
        Ainda ousam rir de nós!

        Estás com toda a razão
        Essa é a nossa terra
        É preciso a nossa união
        Em torno de José Serra!

        Comentário por Leitor da Veja — 7 maio 2010 @ 13:32

      • Leitor de Veja,
        Chupa!
        http://www.tijolaco.com/

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 17:30

  13. Antropológico Mestre,

    Talvez seja preciso traduzir as edições do semanário dos Homens Bons (e Mulheres Boas) para cada um dos dialetos indígenas e assim prevenir esta difusão antropológica bolchevique.

    Comentário por Joseph Hill — 6 maio 2010 @ 19:38 | Responder

  14. Vulcânico Mestre Hariovaldo,

    Já que esses petistas vermelhos insistem em atrapalhar o progresso, impedindo que civilizemos essa indiada à força, colocando-os em aprazíveis tarefas de desmatamento e posterior destoca, só resta uma solução natural: bombardear suas aldeias com garrafões de cachaça (um para cada dois habitantes) e um facão para cada um. Em um ou dois dias tudo estará resolvido.

    Ass. Adolf H. Bornhausen Serra.

    Comentário por Don Joze de Pan y Agua (I) — 6 maio 2010 @ 19:42 | Responder

    • Indio bom é indio morto. Foi o que disse Errol Flyn, quando encarnou o papel do grande herói, lá da matriz, o general Custer!

      Comentário por Acteon Guei — 6 maio 2010 @ 21:14 | Responder

  15. Viveiro de Castro:

    nao encontre tu amigo civita piedoso
    que o teu corpo na terra embalsame
    pondo em vaso d’argila, cuidadoso
    arco e flexa, tacape a teus pés
    tu que a tanta vileza chegaste
    que da nossa veja, duvidaste
    tu cobarde, branco e bom não és.
    juca pirama

    Comentário por sir Osis of Liver — 6 maio 2010 @ 21:17 | Responder

  16. Caros Hariovaldianos e Hariovaldianas

    Vejam essa letra:

    “Eu nasci aqui nesta terra
    Vou morrer aqui mesmo nela
    E quando me roubam da terra
    Eu me torno um vigia dela

    Minha carne não tem fronteira
    Se caço em dia marcado
    Peneirando e jogando o laço
    Escorrendo o riacho
    E acho que faço um dia um arado
    E acho que faço um dia…..

    Minha mão que crava a fronteira
    E açoita o mato fechado
    Peneirando e jogando o laço
    E acho que faço um dia um arado
    E acho que faço um dia….

    Eu nasci aqui nesta terra
    Vou morrer aqui mesmo nela
    E quando me roubam da terra
    Eu me torno um vigia dela.”

    Música do BOCA LIVRE, quatro comunistas dos anos oitenta, que gostavam de fazer letras esquerdistas contra azelites e com temas regionais. Como se vê, a letra serve tanto para os índios quanto para o MST!

    Já dizia FHC, O Sátiro: Assim não pode, assim não dá!……

    Comentário por Padre Quevedo — 6 maio 2010 @ 21:44 | Responder

  17. O julgamento de um de nós, um Branco Bom de Tez Clara, sendo acusado injustamente, com alegações espúrias, por comunas safados. Ainda bem que conforme Lei aplicada pelo Doutoríssimo Gilmar Dantas agora eles tem que se cuidar, nós temos nossas garantias constitucionais contra a espetacularização, como pode ser visto:

    Comentário por Ramsés II — 6 maio 2010 @ 21:56 | Responder

    • asdksjsklaçlskd algo de alguém em algum lugar. Nada mais objetivo. Aliás, nós viemos para confundir…

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 11:04 | Responder

  18. Ave Ados !!!

    Se não reagirmos, daqui a pouco esses antropólogos e antropófagos vão querer nos comer, uiii !!!

    Alvísserras elétricas!

    Comentário por Dom Porfírio Diaz — 7 maio 2010 @ 00:17 | Responder

  19. Quando nossos irmãos em São Serapião vieram da Europa e com eles chegaram os Santos Jesuítas para catequizar estes cilvículas quase humanos, um deles proferiu a seguinte pêrola: Eles são como gente, só que são desalmados. Isto em uma carta ao Papa do período. E tem gente ainda que acham que são humanos! Você acredita nisso?????? Ave Serrra! desculpe. é a emoção.

    Comentário por Presidente Emilio Garrastazu Médici — 7 maio 2010 @ 00:46 | Responder

    • Ilmo presidente Garrastazu
      Não só desalmados, mas ogros, trolíssimos como nem os do Tio Rei conseguem ser.
      Veja o Sr., que estava eu a olhar a gentileza, graça, meiguice, charm deste balé que estou enviando, e pensei assim após ler o texto do Mestre: “Hay que endurecer, pero que sin perder la ternura, jamas!
      Essas Bartiras, Icamiaras, Yaras não tem leveza. Parecem uns paquidermes.
      E seu guarda roupa? Um horror.
      Neles nada se aproveita, a não ser as criancinhas, coitadinhas, que precisam ser adotadas por famílias boas que lhe darão feijão com mandioca Yoki pra comer e muita terra pra plantar, afinal há muitas coisas a fazer e estes silvícolas pachorrentos só sabem deitar na rede e coçar o saco.
      Tal costume foi passado para a tribo Baiana, que ora tá cansada na rede, ora tá dançando músicas creolas e canto do pajé. Aff!

      http://mais.uol.com.br/view/m0hj3whza7co/quotlago-do-cisnequot-de-tchaikovsky–ballet-040262C8B98326

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 09:07 | Responder

  20. C:\Documents and Settings\Vania\Meus documentos\Minhas imagens\fotos mãe\Natália e Renato Junqueira – PC 1067.JPG

    Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 04:46 | Responder

    • Vamos a bailar, Vania?

      Comentário por lig lig lé — 7 maio 2010 @ 09:16 | Responder

      • Dançante lig lig lé,
        Estava eu, VIPÍSSIMA, ontem, assistindo minha soap opera preferida, imperdível, pois Luciana casou com o bofe e a mãe dos bofes univetelinos, foi!
        Foram baldes de lágrimas.
        Pois. Eu disse pra minha amada filha: Filhinha, queridinha da mamãe, coloque o link do “lago dos cisnes” pros prosélitos terem alguma coisa civilizada neste mar de índios?
        Pois.
        Filhinha, que é ‘ô coisinha tão bonitinha do pai’, enviou link de photos de forum íntimo. Portanto, seu lig lig lé, lelé, seja discreto.
        Onde já se viu? Essa gentalha quer logo um cortiço, uma fofoca…Aff.

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 09:30

  21. Comentário por lig lig lé — 7 maio 2010 @ 07:24 | Responder

    • China depravado,
      Como ousas ser indiscreto com uma mulher de tez alva e classe AAA+++???
      Volte para sua insignificância oriental,amarelo de-uma-figa!
      Merecias um tiro na nuca e o preço da bala tua família pagaria, se é que tens isso, se não és fruto de uma chocadeira, afinal chinês é tudo igual, no trânsito então, amarelo no volante, perigo constante.
      Vá entoar seus cânticos ininteligíveis em outras freguesias, seu china ateu e comuna, ou serás que és da terra de Kim-Il-Jong, o parceiro do molusco sem mindinho?
      É por essas e outras que vamos eleger o bom Serra, não a búlgara que vai-continuar-tudo-que aí-está!

      Comentário por Ramsés II — 7 maio 2010 @ 11:34 | Responder

      • Padrinho Ramsés II,
        Estou muito preocupada com a violação dos meus documentos. Posso ser sequestrada por este Lig lig lelé?
        Pharaóh, é possível abrir tal link?
        Vou implorar de joelhos, ao Mestre Hari que retire aquele comente do ar.
        Obrigada. Loas a RA.
        P.S. Verei chineses por todos os lados. Minha vida perdeu a paz.

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 12:21

      • O Canto Do Pajé” vai tirar toda a zica.

        Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 12:52

  22. Clarividente Meste:

    Bons tempos aqueles de Fernão Cortez, Álvar Núñez Cabeza De Vaca, Hernando de Ribera, entre tantos homens bons, que deixaram sua amada Península Ibérica e para cá vieram com a espada e a cruz, em caráter civilizatório, dando duas opções aos nativos: ou se convertiam ou eram passados no fio da navalha. Pelo visto, os nobres homens de castela, não puderam completar o serviço a que se propuzeram.

    Comentário por suzie barbie — 7 maio 2010 @ 07:38 | Responder

  23. Paleontológico mestre Hariovaldo,

    Finalmente a ciência prova aquilo que já sabíamos e que o mestre Lombroso sempre pregou.

    Existe nos genes da massa ignara, dos eleitores do batráquio hirsuto, dos homens mal cheirosos e eleitores da choldra Lulodilmista, uma carga grande de genes do homem de neandertal.

    Veja, mestre, o biotipo da candidata terrorista. Confiram, caros colegas, como as descrições de Lombroso se encaixam na búlgara.

    Pois bem, hoje podemos afirmar com segurança que Dilma é a mulher de neandertal.

    Comentário por Visconde da Vila Mariana — 7 maio 2010 @ 08:16 | Responder

  24. Tupãnizado guru,

    Este texto é um libelo contra a subversão silvícola no Brasil.Deverá constar nos anais e nos orais de nossa literatura maior.
    É preciso que se saiba que os “Homens Bons” foram aqui colocados por vontade divina. Em 500 anos o cão só fez o nonedáctilo presidente, mas em breve, com as benção de São Serapião, Dom José, o Ínclito, restaurará a paz na Terra De Santa Cruz.

    Ave Victor Civita!!!

    Comentário por Arnaldo Sardenberg Mainard Leitão Azevedo — 7 maio 2010 @ 08:50 | Responder

  25. Agora apreciem a desenvoltura.

    Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 09:20 | Responder

    • Mas as bermudas são vermelhas!! Tem mão do China aí!!!

      Comentário por Ramsés II — 7 maio 2010 @ 11:38 | Responder

  26. O SOL NA BANCA DE REVISTA ME ENCHE DE ALEGRIA E PREGUIÇA…..

    Belos versos de Caetano, O Avesso do Avesso, do tempo em que o mesmo ainda sabia fazer música e não agora que não passa de um réles cozinheiro na Caverna Do Ostracismo, sem número, e especialista em falar asneiras.

    Tal versos me assaltaram ao ler, na banca de revista mais próxima as manchetes dos jornais:
    (Os títulos são meus)

    KASSAB PROMETE DERRUBAR O MINHOCÃO ATÉ O FIM DO ANO.
    Eu acredito. Aliás, o homem é especialista em derrubar objetos com nomes parecidos a muito tempo. Ele não pode ver um “minhocão” em pé que já quer derrubar…..

    “TUMA” QUE O FILHO É TEU
    É f…. Então um Secretário de Justiça, nomeado para ser o principal homem do governo no combate a pirataria era aliado do maior contrabandista e pirata do país? E ainda solicitava pequenos e legítimos “gadgets” fabricados na China. Celulares, I phones, máquinas digitais, etc. Não entendo essa gente! Ganhando tão bem, e se vendendo por quinquilharias. Tá certo, naturalmente não se trata só disso (o buraco, ou o achaque é mais em baixo), mas também é isso! É nos pequenos crimes que se conhecem os canalhas. E o imbecil não pensou no velho Pai, em campanha? OK, esse Tuma “Cabra Velho” também nunca enganou ninguém, já que tem nas costas vários processos, que não deram em nada, contra ele.

    GOVERNADOR SERRA É HOMENAGEADO POR PROFESSORES EM MINAS GERAIS
    Governador Zezinho, em campanha (não, ele não faz campanha antecipada, só a Búlgara faz!)foi ovacionado e aclamado por dezenas de professores de Minas. Vejam só o que é prestígio! Mesmo não sendo seu patrão, os professores mineiros reconhecem o belo presidente que Serra será para os mineiros.
    O futuro presidente, comovido, magnâmico, retribuiu a homenagem fazendo farta distribuição de pimenta aos professores, para eles temperarem a comida. Essa distribuição de pimenta contou com a colaboração da Polícia de Minas.

    Alvíssaras!

    Comentário por Padre Quevedo — 7 maio 2010 @ 09:53 | Responder

    • Desculpe, escrevi “magnâmico” e não magnânimo. Mas até que como trocadilho vale!….

      Comentário por Padre Quevedo — 7 maio 2010 @ 10:51 | Responder

  27. Prezados Confrades,

    Volto a este beatificado sítio para convidar a todos os homens de bem e suas impolutas esposas para uma cerimônia de inauguração, a ser realizada neste sábado, as 14:00 hs.
    Na ocasião será inaugurada, por nosso querido D.Chirico I, O iluminado, a maquete de um ponto de ônibus, que será construído na Estrada M’Boi Mirim, Nº 16334, em frente a Casa de massagens “Doutor Dedão”.
    O dito ponto de ônibus funcionará 24 hs (! idéia de D. Chirico ! ) e contará com escarradeiras e confortáveis assentos de cimento, sem encosto.
    Estarão presentes na inauguração as mais importantes figuras políticas do Brasil, como D. Morandinho, O papagaio de pirata, O prefeito Kassab e seu amiguinho Rodrigo Garcia, além do recem liberto Arruda e outros.
    Teremos a presença especial do cachorro lagosta e de Diogo Mainardi, que vai fazer uma apresentação de pirofagia, em homenagem a D. Chirico.

    Contamos com a presença de todos !

    Ave Serra, o eleito !

    Comentário por Airton III, O metálico -Coordenador da Campanha de D. Chirico I, O catotinha — 7 maio 2010 @ 10:35 | Responder

    • Assessor do Dom Catotinha,

      Mainardi é quando a “via principal” tá ardendo? Em fogo?
      Seria então a apresentação do anão descerebrado uma retro-pirofagia?

      Comentário por Ramsés II — 7 maio 2010 @ 11:43 | Responder

      • Prezado Ramsés.

        Até onde sei, nosso astuto arauto, Diego Mainardi, é perito em “retropirofagia”, ou “fazer sumir a tocha”, como dizem os pernambucanos.

        Comentário por Airton III, O metálico -Coordenador da Campanha de D. Chirico I, O catotinha — 7 maio 2010 @ 12:40

  28. Infelizmente, os indígenas comunistas não são os únicos inimigos do nosso imaculado e i-lustrado(sic) José Serra. Vcs viram como os professores anarquistas de BH receberam o nosso Homem Bom? Foi o maior atentado já visto na história deste país. Eu não tenho dúvidas de que este episódio foi orquestrado pela FERA DO MAR.

    Portanto, devemos mais uma vez entrar com ação na justiça para conter toda essa insurreição vermelha que se espalha pelo país num compasso caótico.

    O mais triste dessa história toda é a ingratidão desses professores, pois José Serra já fez tanto pela educação. Vejam: http://embuscadoconhecimento.wordpress.com/2010/05/06/nos-paulistas-precisamos-estudar-mais-matematica-%e2%80%93-parte-ii/

    Comentário por embuscadoconhecimento — 7 maio 2010 @ 11:40 | Responder

  29. Antropofágico professor,
    Que o tacape dos Mundurucus o encontre com saúde.
    Também sou adepto da teoria que “índio bom é índio morto”. Aliás, tal certeza obstinada me fez brigar com minha mulher que, não sei porque cargas d’água, adora um índio. Me disse ela certa vez ao ver um exemplar cabeça, digo, pele vermelha: “isso é que é borduna e não aquela mixaria que tenho lá em casa!”. Em princípio não entendi muito bem o que minha amada dissera, mas logo percebi que o tal silvícola estava armado. Por baixo de sua tanga dava para ver que o safardana carregava uma tora de pau imensa. Não me restou outra alternativa senão puxar meu alcabuz (enferrujado pela idade) e sapecar-lhe dois tiros. Sorte do sacripanta que a idade avançada combinada com a catarata fizeram-me errar o alvo e levar a óbito um transeunte. Felizmente, apenas um mulato menor de idade, nenhuma grande perda.
    Por fim, mestre, ainda bem que Serra, o general Custer da Paulicéia há de vir julgar os vivos e os mortos e acabar com essa insurreição de pobres, índios, negros, pederastas,mulheres, etc, etc e etc…

    Comentário por Almirante Walter Füdher — 7 maio 2010 @ 11:44 | Responder

  30. Enquanto dicutimos aqui sobre nativos desamparados, nobres irmãos gregos sofrem. Já tem grego cantando a canção de Luis Gonzaga que que diz:
    “Seo dotô dá uma esmola, para um homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão”

    Comentário por Conde do Itaim Paulista — 7 maio 2010 @ 12:12 | Responder

    • Conde Bibi,
      Já ouviu falar em presente de grego? Todo cuidado é pouco com esses gregos filosofistas anarquistas bolcheviques.

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 12:58 | Responder

  31. Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 13:07 | Responder

  32. Seu Hariovaldo,

    Até o senhor, heim? Quem diria!

    Fazendo propaganda antecipada do José Serra!

    Pensou que a gente não ia perceber, não é?

    Olha lá na foto, onde já se viu índios carecas? Os índios foram todos substituidos por fotografias do José Serra. Reparem bem naquele que está saboreando uma perna. E no outro exibindo uma costela, são cara do Tesão do Tiête. Tá certo, vai, que um ou outro se parece com o Arruda, mas o negócio não era vote em um e leve dois?

    Que feio em Seu Hariovaldo.

    Comentário por Asclepíades Maria de Jesus — 7 maio 2010 @ 13:13 | Responder

    • Epa, Epa, Epa, “Que feio em Seu Hariovaldo” fail. Mude para”Que supimpa, hein, Mestre Hari”!
      Veja bem: O nosso guia maior ficou procurando uma cena silvícola que não nos chocasse profundamente, causando graves sequelas no nosso desenvolvimento mental.
      Ele escolheu a dedo, pessoas com o biotipo dos homens bons. Arianos eu diria.
      Para um incauto, Zé Ruela, por exemplo, nem se tratam de índios tal a formosura que suas proporções helênicas michelângelas mostram.
      E um silvícola comum nunca fica careca.
      Só um homem preocupado com seu crescimento na escala social, um social climber, pode ter orgulho em ostentar suas carecas luzidias, a custa de muitas horas de sono a pensar como ficar cada vez mais “bom”.
      Entendeu? É dos carecas que elas gostam mais,
      Asclepíades.

      Comentário por vipíssima — 7 maio 2010 @ 17:20 | Responder

  33. Diploma de economista de José Serra é contestado por Conselho

    Na noite de terça-feira, amiga nossa nos repassa uma mensagem, com o intuito de denunciar o conteúdo, naquela linha de comparação dos currículos dos candidatos à Presidência da República no Brasil: José Serra, Dilma Rousseff, Marina Silva e Ciro Gomes. Evidentemente, uma daquelas mensagem a la brucutu do senhor Eduardo Graeff.
    Nesta manhã, recebemos, via mensagem eletrônica, o artigo abaixo, que foi uma sintonia para nossos ouvidos. A bem da verdade, o tema não é novo, mas em tempos de desqualificação da candidata do Presidente Lula, em que a baixaria campeia, é sempre bom colocar os pingos nos “is”.

    Comentário por Georgina Leitão Kamel — 7 maio 2010 @ 15:01 | Responder

    • SEU SERRA

      Por Sitônio Pinto* – 25 de março de 2010

      O Conselho Federal de Economia nunca se manifestou sobre o pedido de interpelação judicial e o conseqüente enquadramento do candidato José Serra no Art. 47 do Dec. Lei. 3.688/41, feito pelo Conselho Regional de Economia da Paraíba e endossado pelos Conselhos Regionais do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Piauí, Alagoas, Maranhão, Rondônia e Tocantins, e por dois membros do Conselho Federal de Economia. O pedido teve por motivo o uso indevido da qualificação de economista pelo candidato Serra, que não tem bacharelado em economia nem é registrado em qualquer Conselho Regional de nenhum estado brasileiro.

      O procedimento do candidato caracteriza falsidade ideológica e charlatanismo, em prejuízo dos que exercem legalmente a profissão.

      Comentário por Baronesa do Morumbi — 7 maio 2010 @ 15:03 | Responder

      • É de estranhar também a omissão do Confea, entidade que reúne os Conselhos Regionais de Engenharia e Arquitetura (Crea), que até agora não se manifestou sobre o uso do título de engenheiro pelo candidato José Serra.

        Nenhum dos Creas também se pronunciou sobre o assunto.

        Enquanto o silêncio das entidades permanece, Serra continua apresentando-se à população brasileira como engenheiro, no seu marketing político, da forma que se pode ver no último exemplar da revista Istoé, nº 1721, de 4/9/2002, página 53, na matéria O homem segunda-feira, linhas 10 e 11, onde a reportagem diz que Serra é engenheiro e economista.

        Comentário por Ana Maria Glitoriz — 7 maio 2010 @ 15:05

      • É inexplicável silêncio dos Creas e da Confea.

        Deveriam e poderiam mirar-se na atitude zelosa do Corecon-PB, e, na defesa das profissões que representam, protestar contra o emprego enganoso e politiqueiro da falsa titularidade arrotada pelo candidato Serra, que não tem título de bacharelado em nenhuma ciência, mesmo as ocultas.

        Comentário por Georgina Leitão Kamel — 7 maio 2010 @ 15:06

      • O povo gosta do José Serra?

        Um grupo de cerca de 50 pessoas, identificadas como professores estaduais em greve, cercaram e tentaram agredir o candidato José Serra e sua comitiva assim que o tucano chegou ao Expominas, local do 27º Congresso Mineiro de Municípios, nesta quinta-feira (06), em Belo Horizonte. Correligionários do tucano e um segurança tiveram que fazer um cordão de isolamento para proteger o candidato.

        Comentário por Yoshio Honda — 7 maio 2010 @ 15:14

  34. FALIU A EUROPA DOS POBRES.GRAÇAS A DEUS QUE O ÉFEAGÁCÊ E DEMOTUCANALHAS PERMANECERAM 8 ANOS LONGE DE BRASILIA.senão o que seria do brazil tucano…

    QUEBRAR PRATOS:
    EXPLICAÇÕES PARA A TRADIÇÃO GREGA DE 4 MIL ANOS
    1 – Afastar maus espíritos;
    2 – Desapego aos bens materiaias;
    3 – Mais uma das cagadas do capitalismo neo-liberal globalizante, no seu braço da invencionice União Europeia para a salvação de todos os males do “velho continente”.
    Botaram pra quebrar, no quesito velhice.
    4 – O cordão rompeu do lado mais fraco: o dos mais lascados, até antes da derrubada do muro.

    Comentário por Neumanni Cabeção — 7 maio 2010 @ 15:11 | Responder

  35. Homo Sapienstíssimo Mestre, Confrades e Consorores

    Os nossos bons e isentos escribas acabam de divulgar que o operário-presidente (aquele mesmo!) receberá o prêmio “Campeão Mundial na Luta contra a Fome” do Programa Mundial de Alimentos da ONU!

    Vejam a que ponto chegamos!

    Não bastasse, dentre outros absurdos, entregar grandes extensões de terras a silvícolas festivos e improdutivos, como foi aqui corajosamente denunciado, e recentemente a compra da Time, agora os petro-dólares fazem efeito no antes isento organismo internacional, cooptado para fazer propaganda desses comunas baderneiros, com o claro propósito de favorecer a búlgara linha-dura nas próximas eleições.

    Como parte da orquestração para intimidar os homens bons do DEM e PP que apóiam o nosso líder D. José, o Meigo Libidinoso (economista com tesão), dizem que o angelical Paulinho Bornhausen se utilizou indevidamente da estrutura da Câmara dos Deputados para espalhar baixarias contra a candidata vermelha, o que é uma evidente mentira.

    Urge que fiquemos eretos, brochados (jamais broxados) e preparados para esse ardiloso combate que se apresenta inevitável, diante das constantes práticas rasteiras perpetradas por esses discípulos de Mao, Fidel e Stalin.

    O BRAZIL p(h)ode mais!

    Avante, Massa Cheirosa!

    Comentário por Príncipe Fernandus Honoris Causa I - Ociólogo, Cunhado, Procriador e PhD — 7 maio 2010 @ 16:48 | Responder

  36. Caro Professor,

    Não é minha pretenção corrigi-lo (sei de seu imenso conhecimento!), mas a barba não é loira, é vermelha! Da cor das chamas, aliás! Só podia…

    Comentário por Victória Costa — 7 maio 2010 @ 17:16 | Responder

    • Ops: quis dizer “pretensão”, claro…

      Comentário por Victória Costa — 7 maio 2010 @ 17:29 | Responder

  37. Companheiros e companheiras,trago novidades!!
    Hoje,na minha incansavel cruzada pra amealhar votos pra Dilma,nao me furtei ao prazer de conquistar mais um.
    Uma moça que trabalha comigo,dise que nao sabia em quem votaria,mas,nao votaria no serra(sera que ela viu o filme “o massacre da serra eletrica?);eu,pra nao perder o timing,mas que rapidamente dei uma reforçada nas caracteristicas inatas do referido candidato:nao gosta de nordestinos,quer acabar com o mercosul,privatizar a petrobras,etc,etc,etc.
    Adivinhem em quem ela vai votar????
    PS.Qdo vou a uma consulta medica(tenho carteira assinada e plano de saude pago pela empresa),sempre levo uma carta capital,enquanto espero minha vez,troca a veja do consultorio pela carta e quando saio do consultorio,jogo a veja no lixo.Nao sem antes rasga la,para evitar que alguem queira recicla la!!!

    Comentário por Marci — 7 maio 2010 @ 19:05 | Responder

    • Prezada Marci,

      Tendes algumas qualidades que poderão vos aproximar dos homens bons e até das mulheres boas, caso as prefirais.

      É que conheceis as boas técnicas da compra de votos e de consciências, tarefas adicionais dos bons e boas da nação.

      Primeiro, precisareis renunciar a esse abominável hábito de rasgar nossa bíblia; segundo, devereis mudar o foco de vossas atividades, angariando votos não para a cascavel vermelha, mas para nosso bom Almirante-Economista-Engenheiro-Tesudo de cujo nome certamente já tereis havido notícia.

      Por último, claro, devereis prestar um retiro penitencial na Abadia Serapiônica, onde o bom Padre Josephus vos mostrará o Cajado de São Serapião.

      Se passardes por todas as provas, estareis dispensada de qualquer estágio no CAGAMEDO e sereis recebida de braços abertos nesta confraria de salvadores da Pátria.

      Arrependei-vos, mulher, e, por São Serapião, não pequeis mais.

      Comentário por Don Joze de Pan y Agua (I) — 7 maio 2010 @ 19:34 | Responder

  38. Homo Mais-que-Sapiens, Douto Hariovaldo,

    Passarão os ridículos blogs Conversa Afiada, Cidadania, Viomundo, Tijolaço, Cloaca News, Os Amigos do Presidente Lula, o ridículo site Vermelho Org, a ridícula revista Carta Capital.

    Mas jamais passarão a revista Veja, a Rede Globo, o Estadão e a Folha, defensoras implacáveis da verdadeira demo cracia.

    Comentário por Conde Deu — 7 maio 2010 @ 19:42 | Responder

  39. Caríssimo Criacionista e Santíssimo antropólogo da Santa Sé, Doutor e Etnólogo da Cia de Jesus, Prof. Hariovaldo Almeida Prado, saudações de Bento XXIV, digo XVI, nosso Santo Pastor-alemão e Papa-anjo!

    Lendo vossa sapientíssima epístola acerca do tratamento correto a ser ministrado aos nossos silvícolas, veio-me desagradáveis recordações de nosso ex-serviçal e índio macuxi wãe-wãe que escafedeu-se de nossa abadia durante as comemorações da gentalha à reassumção do tenebroso rabudo de nove unhas no ano-domini de 2008.

    Veja, irmão Hari, o quanto são ingratos esses selvagens sem Deus: Nós educamos o gentio na melhor tradição dos Jesuitas, ensinamos-lhes a ler o catecismo, rezar o Credo, limpar nossos claustros, varrer a sacristia e ajudar Madre Meneguel nos rituais sacros da hora do Angelus, etc, etc… E sabe o que aconteceu??

    Simplesmente no dia da “vitória” do rabudo vermelho, o biltre encheu a cara de “51”, invadiu a sacristia gritando “Vivulula”, “Vivulula” e chamou-nos de reacionários, entreguistas, padres safados, enganadores da fé do povo, invasores latifundiários e apoiadores da ditadura! Por são Serapião! O neantertalense estava uma fera!

    É… Ainda é viva a cena. Mas o que me encafifa até hoje, nobre irmão antropólogo, é que Madre Meneguel, ao final de nossas ora(l)ções matinais, após nossos costumeiros rituais coito-sacramentais, murmura-me sorrindo cínicamente: “Ai, que saudade de um tacape macuxi”.

    Nobre Professor, até hoje nao tive noticias do sacripanta. Contam-me os monges da periferia que o safado foi visto em companhia da Bartira-Bate-Estaca e que, além disso, anda escrevendo comentários desairosos e ateus em blogs dedicados ao pensamento verdadeiro e puro de nossas elites brancas e de bens.

    Cuidado,Comendador Hariovaldo! Com certeza o pulha perambula em nossos sacrossantos sítios.

    Madre, encha meu cálice!

    Comentário por Padre Josephus Phillis et Puthas, SJ — 7 maio 2010 @ 20:49 | Responder

  40. Já está na hora de parar de ceder tanto espaço produtivo para os Silvícolas. Recomendo que cedam para os Serrícolas, para que assim se perpetue a raça do nosso divino líder.

    Comentário por Jolitorax — 10 maio 2010 @ 13:40 | Responder

  41. Meu cérebro coça quando pensa na sua existêcia.
    Pobre humano sem cérebro. Totalmente dominado por uma vasta legião de pessoas que ao invés de pensarem tem como resposta para tudo o Deus que pregam e desacreditam em atos.
    Pobre de você que acha que o capitalismo é a salvação que NÃO VÊ o que o Serra faz nessa porra de país cheia de gente como você, sem o mínimo de bom senso.

    Essa noite, quando for domir peça ao seu Deus que lhe mate tranquilamente. Por que o resto da humanidade não merece nem mais um segundo conviver com você.

    Oi, prazer, meu nomé é anti. Odeio liberdade e tenho normose! Vou mudar o mundo com a porra do meu blog.

    Freud explica?
    Nem DEUS.

    Espero resposta.

    Comentário por Michelli — 11 maio 2010 @ 19:11 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: