Professor Hariovaldo Almeida Prado

13 julho 2010

Um auxílio à boa reportagem

Filed under: Eleições 2010 — Hariovaldo @ 15:03
Tags: , , , , ,

Grande líder varonil

Para evitar momentos desagradáveis como os que temos visto na imprensa ultimamente, e também para guiar e orientar os novos jornalistas inexperientes ou para contribuir para a boa formação dos alunos das faculdades de jornalismo, passamos a indicar a gloriosa entrevista de José Serra ao semanário dos homens bons, em 13 de junho do corrente, como um exemplo primoroso de como entrevistar um grande estadista e personalidade de brilho ímpar, sem correr o risco de desrespeitá-lo ou de causar-lhe qualquer aborrecimento ou embaraço, nunca fazendo qualquer pergunta que ele mesmo não fizesse a si, afinal estamos lidando com um legítimo representante dos homens de bem e não com uma reles terrorista comunista das hostes petistas.

Serra é 45.

Anúncios

92 Comentários »

  1. comovida,professor,por tamanho reconhecimento e o senhor, as usual (uma expressãozinha em inglês -ou francês, bien sur- sempre dá um tom chique, não é mesmo?)mata a cobra e mostra o pau(agora baixei o nível)… ou seja, não apenas a melhor entrevista do século, ainda diz o paradigma fundamental: jamais fazer pergunta que o entrevistado não faria para si mesmo. olha… eu até acho que foi mesmo uma auto… entrevista! entre-vista? não! autovista. ou… olha o meu umbigo…

    Comentário por marquesa de sapucaí — 13 julho 2010 @ 15:15 | Responder

  2. preclaríssimo Mestre,

    suspeito q

    Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 15:16 | Responder

  3. Preclaríssimo Mestre,

    desconfio que essa entrevista seja uma grosseira falsificação.

    De início, a foto. Nosso iluminado D. Chirico aparece com as mãos postas, quando o seu verdadeiro natural e com um dos dedos enfiado na narina, fazendo sua habitual prospecção catotécnica.

    Em suas respostas não há sequer uma ocorrência de seus famosos “trololó”, “frufrú” ou “cricri” , expressões que o distinguem dos demais mortais.

    Não! Isso deve ser obra do Índio-merendeiro, indivíduo de safra inferior, não mais que um vice.

    Pelo beato Marrom, patrono da Imprensa Livre e Democrática! .

    Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 15:22 | Responder

    • Os alemães estão de olho nele para técnico de sua seleção, se não for eleito aqui, azar nosso, os arianos imediatamente o levarão para um futuro glorioso, como Deutchlandcoacher, inclusive durante as partidas da seleção dos hunos, poderá Dom Chirico fazer sua habitual prospecção catotécnica em paz, longe do PT-Press, e depois fazer o auto-lanchinho, coisa de dar inveja a qualquer índio merendeiro.

      Comentário por Ramsés II — 13 julho 2010 @ 17:02 | Responder

    • Caro irmão SáeBenevides,

      A entrevista é legítima. Nosso Almirante estava ali dirigindo-se aos homens bom (os que leem a Veja), por isso falou de maneira mais formal. Quando ele se dirige a massa ignara (que não lê a Veja), ai sim ele usa aquele jeitão mais descolado.

      Comentário por Thomas Maxwell Botzmann — 13 julho 2010 @ 19:20 | Responder

      • Ah,bem !

        Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 21:24

      • Pô, o pedágio é uma coisa boa,pró Lei Seca,a grana que o cara ia gastar em bebida e hospedagem fica lá no pedágio, diminiundo assim o número de gente na estrada e ainda tontos. São por coisas assim tão sutis, que devemos votar no Almirante do Tietê, carequinha maneiro.

        Comentário por Ronald — 13 julho 2010 @ 21:30

    • Jamais isto ocorreria no hebdomadário dos homens bons, como demonstra a última capa tingida de carmim para demonstrar o perigo comunista da Dilma com sua escória.

      Comentário por Maria, a Louca — 14 julho 2010 @ 16:58 | Responder

  4. Master dos mestres;
    Por acaso o entrevistado bate o escanteio e faz o gol de cabeça?Não houve trololó petista nesta entrevista ou não houve jornalistas delinquentes?

    Comentário por CARLOS AUGUSTO — 13 julho 2010 @ 15:22 | Responder

    • Glorioso Mestre,
      Concordo que a entrevista, como nenhuma outra, tem o didatismo que deve guiar as futuras inserções do candidato na mídia. Mas isso é batalha que está ganha. Por isso mesmo, há assuntos mais urgentes para serem tratados no seu prestigioso blog. Ou a infâmia foi de tal magnitude que vossa eminência não pretende comentar o rega-bofe oferecido pela ovelha desgarrada do seu rebanho, na casa rosada do Cosme Velho, à búlgara dos petralhas?
      Estejamos alerta.
      Condessa de Arcozello.

      Comentário por Condessa de Arcozzelo — 13 julho 2010 @ 16:03 | Responder

  5. […] This post was mentioned on Twitter by Antonio Arles, Samuel Oliveira. Samuel Oliveira said: EU INDICO RSRS. Um auxílio à boa reportagem « Professor Hariovaldo Almeida Prado http://goo.gl/P588 […]

    Pingback por Tweets that mention Um auxílio à boa reportagem « Professor Hariovaldo Almeida Prado -- Topsy.com — 13 julho 2010 @ 15:40 | Responder

  6. Agraciado Mestre.

    Poderia haver centro mais belo, gracioso e bom do que o umbigo do real herdeiro do trono brasileiro?
    Só mesmo a magnanimidade de Sir Chirico Hills para se ocupar desta calhorda vil e mentirosa que se diz jornalistas.
    Penso que daqui por diante o legítimo dignatário da cadeira suprema do Brasil se restringirá a responder as perguntas e afagos dos verdadeiros e bons jornalistas da mídia imparcial e justa da Globo, Folha, Band, Veja…
    Alvissáras e que São Serapião nos ajude a afastar o perigo vermelho.
    Amém.

    Comentário por Bartolomeu d`Orleans e Bragança — 13 julho 2010 @ 16:04 | Responder

  7. Estou numa duvida cruel:quem é mais cínico,ele ou a veja(mas,nao abra;se abrir,nao leia;se ler nao acredite e se acreditar,relinche!!)
    Eu tenho quase certeza que o “prospector de catotas” padece de um transtorno mental severo,em que a pessoa mente descaradamente e acredita que a mentira seja verdade!!

    Comentário por Marci — 13 julho 2010 @ 16:12 | Responder

    • ò São Serapião perdoai esta incrédula tocada pelo trololó petista…

      Comentário por Bartolomeu d`Orleans e Bragança — 13 julho 2010 @ 16:19 | Responder

      • Caro primo Bartolomeu,

        essa Marci(?) por certo uma serva da gleba, não deve ser levada em consideração. Confude tudo, não sabe o que diz. Bruxa, será consumida nas chamas do Inferno que a gerou.

        SáeBenvides, Visconde de Asseca, Conde de Salamanca.

        Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 17:16

    • … se acreditar, relinche!

      O que é isso, prof. Hariovaldo?

      A pessoa que se denomina Marci ataca com crueldade o nosso oráculo semanal, a Veja, e, pior, desfia o escárnio aos fiéis e lúcidos leitores da renomada magazine.

      Saiba, Marci, aqui não é lugar de pichações aviltantes, muito menos aquelas praticadas por baderneiros petistas, invasores deste sagrado espaço, com o propósito obscuro e subversivo de interromper e prejudicar os elevados debates dos homens bons.

      Não seria inoportuno receber de Vossa Senhoria a devida manifestação de arrependimento e o cabível pedido de desculpas.

      Queiram ou não esses vermelhos, estamos próximos do NANOESTADO!

      Viva D. José, o Meigo Cheiroso, Reagan, Pinochet, Fujimori, Menen, Tatcher, FHC, Friedrich Hayek e Milton Friedman!

      Comentário por Príncipe Fernandus Honoris Causa I - Ociólogo, Cunhado, Procriador, Bombeiro e PhD — 13 julho 2010 @ 17:21 | Responder

    • Petelha empedernida,

      Quanto estás recebendo do comitê da búlgara comuna para lançar essas aleivosias contra Dom José??? Tal qual Cuba lança e produz gases fétidos contra nossos pacíficos irmãozinhos do norte, que tanto nos protegem dos perigos do mundo, estás a lançar achincalhes equinos, tanto ao candidato dos homens de bens quanto ao semanário dos bons especuladores e agiotas bem intencionados, estes homens do livríssimo empreendedorismo, que só querem ganhar um dinheirinho em cima dos trouxas do populacho e da ralé de escravos trabalhadores e analfabetos que não servem para nada, não tem a “qualificação exigida pelo mercado” nem a “produtividade asiática”, só sabem reclamar “direitos”, querem até receber salários cada vez mais altos e trabalhar “apenas quarenta horas por semana”, os vagabundos. Tudo para se encher de cachaça, comprados que foram pelo ébrio-apedeuta e pelos petralhas subversivos. Mas o bom Dom José, o Chirico, não há de permitir que essas coisas se perenizem.

      Comentário por Ramsés II — 13 julho 2010 @ 17:25 | Responder

    • Para essa invasora a soldo das hostes petistas, só se pode mesmo recomendar uma temporada na CAGAMEDO – Casa Garrastazu-Médice de Doutrinação.
      Ó Sábio Mestre Hari, providenciai para que essa terrível malfeitora possa entender que nosso Honorável Homem Bom é o Mais Preparado dos Brasileiros e nos guiará à redenção!
      Ó São Serapião, livrai-nos do mal que esses comunistas petralhas podem nos causar!
      Serra é 45!
      Alvíssaras!

      Comentário por Dudu de Sangue Azul — 13 julho 2010 @ 17:37 | Responder

      • Dudu, minha linda

        Acho que vc é que está precisando de uma temporada na CAGADA (Casa de Apoio a generais aposentados e outros aloprados), junto com o general cornutinho, aquele velho louco.
        Valeu Marci, to contigo.
        TIA DILMA VEM AÍÍÍÍÍ

        Comentário por Escolástica Maria — 14 julho 2010 @ 06:35

    • Não entendi essa. Como assim? Veja mas não abra, se abrir não leia; se ler não acredite e se acreditar relinche! Não entendi mesmo! ANTA RELINCHA?

      Comentário por Acteon Guei — 13 julho 2010 @ 17:49 | Responder

      • Acteon
        Você tem sua assinatura, é leitor de Veja e tem suas razõs para protestar. Eu também sou e não entendi o que o cara quis dizer. Olhei no dicionário e percebi que “relinche” vem do verbo relinchar, ou seja, linchar outra vez.

        Comentário por Melchíades A. Prado — 14 julho 2010 @ 08:52

      • Respondendo à Sra. Escolástica Maria, mais uma infiltrada petista em nosso Clube dos Homens Bons, conduzidos pelo Sábio Almirante do Tietê, devo esclarecer que não sou linda, como Sua Excrescência apressadamente concluiu.
        Sou sim homem, e mais que isso, sou bronzeado e tenho aquilo roxo, como um dos precursores dos Homens Bons, nosso Amado e Inesquecível Fernandinho I, o Atleta das Alagoas. Mas faço uma concessão. Sou sim muito lindo. Não tão lindo como o Nosso Inspirado Redentor, Don José Chirico.
        Devo dizer à Sra. Escolástica que ela pagará caro por denegrir a imagem da CAGAMEDO. Em breve, minha senhora, a Kombi gentilmente cedida pelo Diário dos Homens Bons, a Falha da Província de S. Paulo, passará à sua porta, e a senhora terá uma aprazível aula de Yoga nas instalações confortáveis da Nossa Casa Garrastázu Médice de Doutrinação, com direito a palestras diárias do nosso Intelectual-Mor, o ghost-riter Reinaldinho Cabeção.
        E por fim, minha senhora, o que vem aí, além do Sílvio Santos, o entretedor da gentalha ignara, é a novíssima praça de pedágio que o Mais Preparado dos Brasileiros vai inaugurar no Estado Locomotiva da Nação, além, é claro, da mais nova Cabine Pedagiométrica do Zé Bala, conforme as notícias de primeira mão que os nossos irmãos em S. Serapião nos fornecem abaixo.

        Sra. Escolástica, como somos Homens Bons, recomendamos: converta-se logo aos encantos de Don José Chirico, ou… a CAGAMEDO vai lhe ensinar a não divulgar a búlgara comunista ruiva em nosso imaculado veículo.

        Serra é 45.

        Alvíssaras!

        Comentário por Dudu de Sangue Azul — 14 julho 2010 @ 13:35

      • Eu também sou leitor da Veja, com muito orgulho. Gosto da Veja porque ela é a única publicação auto-suficiente da imprensa brasileira. Imparcial, isenta, totalmente comprometida com a verdade factual, levando ao extremo a preocupação com a apuração dos fatos. Ás vezes eu fico tão encantado com determinadas reportagens que compro outro exemplar em banca para ler de novo.

        Comentário por Leitor da Veja — 15 julho 2010 @ 07:34

      • Acteon fófis, olha que luxo!

        Comentário por vipíssima — 15 julho 2010 @ 09:18

    • Plá, plá, plá, plá, plá! Bravo, Marci!

      Se acreditar, relinche. Sensacional.

      Comentário por Silvio - Sampa — 15 julho 2010 @ 21:39 | Responder

  8. O CMAPP – Centro Munchausen de Análises e Pesquisas Políticas – informa:

    URUBUENSES APOIAM SERRA!

    Escolhido pelo nosso tradicional sorteio o progressista povoado de “Urubu”, próximo à não menos progressista cidade de “Piranhas”, no estado de Alagoas.

    Proativos adeptos da candidatura Serra, os urubuenses estão fazendo um extraordinário trabalho de divulgação da campanha serrista em toda a região, conquistando para a nossa causa as cidades alagoanas de: Cacimbinhas, Carneiros, Dois Riachos, Girau do Ponciano, Olho d’Água do Casado, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras e São José da Tapera.

    Os habitantes da progressista e serrista cidade alagoana de Dois Riachos (habitada por 11.200 serristas) pediram-nos para esclarecer que, embora sejam todos admiradores incondicionais, fãs e leitores do grande intelectual Reinaldo Azevedo, blogueiro de Veja e autor de duas obras primas da literatura brasileira: “O País dos Petralhas” e “Máximas de um País Mínimo”, na verdade, ao contrário do que se pensa, o grande escritor nasceu na progressista e não menos serrista cidade paulista de “Dois Córregos”, habitada por 26.040 dois-correguenses serristas, também incondicionais admiradores do Grande Rei.

    Ainda no estado de Alagoas, foi constatada a penetração profunda da candidatura Serra em “Brejinho”, progressista povoado próximo à cidade de “Porto Calvo”.

    Fontes Serristas qualificadas asseguram ainda grande apoio a Serra na progressista cidade cearense de Uruburetama, habitada por 20.627 uruburetamenses serristas.

    Quem vota em Serra não erra!

    Comentário por Barão de Munchausen — 13 julho 2010 @ 17:37 | Responder

  9. Pedagiáticos Irmãos.

    Em Balsas, Maranhão, onde prometeu instalar um posto de pedágio na estação das balsas,
    D. Chirico criticou o projeto lulodilmista do Trem Bala:

    “São uns despreparados! Querem um Trem Bala sem pedágios. Viro madrugada escrevendo e lendo, por isso sei!. Meu governo vai consertar esse desprojeto: a cada 40 km. desse trem, um posto de pedágio.
    Comigo não tem trololó nem frufru. Sou moderno. Pedágio neles!”

    Com licença do verídico e fidedigno Munchausen, Quem vota em Serra não erra!

    Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 17:50 | Responder

    • Amado irmão em São Serapião SáeBenevides,

      D. José Chirico (O Ungido!!!) além de economista é também engenheiro. Ele se posiciona contra o Trem Bala pois conhece como ninguém o estado da arte na cobrança de pedágios: no “Sem Parar” a velocidade máxima é 40km/h e o trem anda a mais de 200km/h, não dá!

      Comentário por Thomas Maxwell Botzmann — 13 julho 2010 @ 19:07 | Responder

      • Deve ser um trem comunista!

        Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 21:25

      • Caro irmão Thomas Maxwell Botzmann,

        Referente ao seu comentário sobre o trem bala,

        (no “Sem Parar” a velocidade máxima é 40km/h e o trem anda a mais de 200km/h, não dá!) para cobrar pedágios?

        Dá sim.

        Com a ajuda de engenheiros, “irmãozinhos da MATRIZ do NORTE” poderiamos construir um trilho paralelo, onde uma cabine de pedágio viajaria na mesma velocidade… (a física explica os detalhes) e a cada 40 km a cancela abaixa é feita a cobrança, tudo a 200km/h.

        Daríamos um nome bem sugestivo, talvez, (cabine pedagiometrica zé bala). Nosso ungido ficaria famoso causando inveja no primeiro mundo.

        O trilho paralelo seria construído sem licitação por uma de nossas honestiii$$$$imas construtoras, claro, com a devida % para o dono da idéia, e demais
        Hone$to$ confraudes ops… digo, confrades, que sugerirem melhorias no projeto.

        Só a uma duvida como calcular o valor? O trem bala não tem eixos…
        Há… Deixa pra lá… Este detalhe Dom Chirico (O ungido? Seria com fluido nasal?) resolve ele é especialista em calcular valores de pedágio.

        Alvíssaras!!!

        Comentário por Baron von Schnaps und Sauerkraut — 14 julho 2010 @ 00:59

      • Chucrutíssimo von Schnaps und Sauerkraut,
        supimpa, vossa sugestão!

        eis como se pode unir o gênio engenheiral avançado com as avançadas idéias de nosso economista-engenheiro-professordematemática D. Chirico!

        Heil!

        Comentário por SáeBenevides — 14 julho 2010 @ 08:00

      • Sugerimos também.

        Alem da “Cabine pedagiométrica zé bala” (ferroviária). Outras, na versão aérea, marítima e fluvial. A fluvial é muito apropriada lá, pras bandas do tiete…

        Com Serra e pedágios, chegaremos lá, primeiro mundo já!

        Alvíssaras!!!

        Comentário por Baron von Schnaps und Sauerkraut — 14 julho 2010 @ 16:32

      • Brilhante e relativístico Baron von Schnaps und Sauerkraut,

        Sua idéia é magnífica!!!, mas pode ser melhorada. a cada 40km constrói-se um trecho paralelo de trilho, ums 5km. Neste trecho circula uma cabine “Sem Parar” que acelera quando o trem se aproxima. Neste caso a cabine pode estar a 40 km/h a menos da velocidade do trem e a cobrança ocorrerá normalmente.

        Comentário por Thomas Maxwell Botzmann — 16 julho 2010 @ 18:33

  10. Entrevistófilo Sumus Magister Hariovaldo,

    Tomo agora um isotônico, para me reidratar, pois secaram-me as lágrimas quando li esta primorosa peça jornalística.

    Tal obra é merecedora do Pulitzer, de configurar nos anais do Jornalismo mundial. o jornalismo-verdade deu um salto quântico, só comparável com a edição de “jornal nacional 40 anos” de Bonner.

    Com certeza a qualidade, o respeito e o temor reverencial presentes neste maravilhoso interlóquio são fruto da punição exemplar dada a Barbeiro, o insecto. Mais uma vez (e como sempre) Dom José acertou ao extirpar aquele comuna do convívio dos fidalgos de fina estirpe.

    Vê-se em Dom José a própria encarnação do virtu do príncipe de Machiavel. É o déspota esclarecido pelo qual o torrão auriverde ansiava.

    Que essa seja a primeira leitura das faculdades de jornalismo.

    Alvíssaras!!!

    Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 13 julho 2010 @ 18:28 | Responder

    • Abençoado e Casto Temístocles,

      Somente um Santo como vós, com alma classissista e machadiana, completaria as inefáveis orações de nosso Magister e Santo Hariovaldo!

      Que Serapião, ilumine nosso Ungido e nos livre do cefalópode Nordestino e seu avantajado órgão reprodutor (vade retro!)

      Madre Meneguel lhe envia ardorosas ora(l)çoes e pede que visite-a, trazendo vosso velho apito de chamar anjo!

      (Madre, que apito é esse??)

      Comentário por Padre Josephus Phillis et Puthas, SJ — 13 julho 2010 @ 21:02 | Responder

      • Caríssimo pároco,

        Obrigado pelas venturosas e lisonjeiras palavras.

        Avise a Madre Meneghel que a visitarei, e levarei o artefato pelo qual ela anseia, alem de outros que adquiri em minha ultima estada na suécia.

        Alvíssaras!!!

        Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 14 julho 2010 @ 14:11

  11. Maestro dos mestres;

    Como pode a sociedade não enxergar as qualidades desse honrado candidato,o Amirante do Tiête.Antecipando o nonadedico mandatario evochavistafidelista,nosso gde cadidato ja mandou efetuar os estudos para implantação simultanea com o TREM DE ALTA VELOCIDADE (TAV)das praças de pedágio no trecho de SP-CAMPINAS,E NO TRECHO ,SP- DIVISA COM MINAS.Assim o pedagiometro paulista tera sua velocidade igualada a do TAV,proporcionando ao tesouro paulista gde soma de numerario necessario a invejavel administração tucana.
    Que a beçãos de São Serapião recaia sobre as personalidades não delinquentes de SUMPAULO.

    Comentário por CARLOS AUGUSTO — 13 julho 2010 @ 18:28 | Responder

  12. Defensor da boa imprensa, amado mestre Hariovaldo,

    Eurípedes Alcântara e Fábio Portela certamente foram tangidos por São Serapião. A Veja dá um exemplo a ser seguido por todos os demais repórteres . Ao ler confesso que lágrimas de emoção rolaram pela minha face. A lucidez e as qualidades de nosso Almirante, José Chirico (O Ungido!!!), chegam a ser escandalosas. O Brazil está em frangalhos e esse homem sabe o que fazer. O dia da vitória se aproxima. Alvíssaras!!!

    Comentário por Thomas Maxwell Botzmann — 13 julho 2010 @ 18:53 | Responder

  13. Professoral Mestre Hari,

    A título de antítese, de exemplo do que não deve ser feito ao se entrevistar um nobre iluminado e ungido como D. Chirico, veja a falta de classe e impertinência desses “jornalistas” ao ficarem importunando o mais preparado dos homens e próximo Presidente do Brasil com perguntas descabidas sobre pedágios, Barbeiros e congêneres:

    http://www.dzai.com.br/blogdabertha/blog/blogdabertha?tv_pos_id=63417

    Comentário por Alberto Armando Albuquerque — 13 julho 2010 @ 20:11 | Responder

    • Que insolente!

      Telefonarei pessoalmente ao dono do Jornal para reforçar o telefonema de Serra pedindo a demissão dessa repórter.

      Comentário por Hariovaldo — 13 julho 2010 @ 20:38 | Responder

      • Sobranceiro Mestre,
        conte com minha modesta solidariedade!

        Pelo beato Assis Chateaubriand, patrono dos jornalistas marrons!

        Comentário por SáeBenevides — 13 julho 2010 @ 21:45

    • A cada dia que passa, sou mais fã de nosso Ungido! Ele é fera! Impressionante como dobrou a insolente reporter, sempre com muita classe e elegância, digna de um bom alto funcionário dos homens bons. Eu, em particular (sempre particular! nada de social), adoro essa tática de dizer que é o oponente que faz o que, na realidade, nós estamos fazendo. Impressionante como dá um ar de credibilidade, de ser a vítima, é meio que “bater a carteira e, ao mesmo tempo, gritar ‘pega ladrão!'”. O populacho cai nessa direitinho, aí retomaremos em 3 de Outubro, sem maiores problemas (como foi a escolha de nosso futuro vice), o que é NOSSO! E o 3º estado voltará para onde jamais deveria ter saído: à miséria e ao esquecimento!

      Em 3 de Outubro é Serra e o Nanoestado! Alvíssaras!

      Serra é 45.

      Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 14 julho 2010 @ 06:47 | Responder

  14. tio hari,
    essa entrevista é “chapa branca”,
    a mesma cor das usadas nos carros oficiais,
    daqui para frente nosso chiriquinho “o magnânimo” só dará entrevistas com essa chapa.
    ele é um “jênio”.
    professor, uma pergunta:
    quantos votos nosso silvicola maior, o “cacique merendinha” já contabilizou para josephs pedagius?
    não me esqueço:
    serra é 45,
    noves fora………….

    Comentário por emerson57 — 13 julho 2010 @ 21:03 | Responder

  15. JESUS!!!!

    Comentário por JOÃO — 13 julho 2010 @ 21:40 | Responder

  16. Euripedes Alcantara e Fabio Portela são exemplos de jornalismo ético. Jornalistas que fazem perguntas contundentes, que encurralam seus entrevistados. Mesmo assim, Serra se mostra um mestre nas diabruras do palavreado e foge das armadilhas colocadas. O semanário dos homens bons continua irretocável. Apenas gente como Mino Carta, Azenha, PHA, Nassif e outros comunistas deste naipe duvidam da sua credibilidade. Alvíssaras, com Serra a Veja será leitura obrigatória em todas as escolas do Brasil. Anauê irmãos de fé!

    Comentário por pai, filho, espírito santo — 13 julho 2010 @ 22:30 | Responder

  17. JORNALÍSTICO E DISCÍPULO DE GUTHEMBERB, O PAI DA IMPRENSA, PROFESSOR HARI PRADO

    Sensacional professor! Essa entrevista mostrou de fato como é que bons “perguntadores” devem se portar frente a grande sabedoria de Dom José Serra, O Ungido.

    Apenas uma dúvida. Essa entrevista foi filmada? Por que se foi, o PSDB/DEMO/PPS poderiam usar no horário político, igual aquelas “expontâneas” entrevistas, com os próprios apresentadores do programa, utilizadas, ainda, por alguns candidatos, vide aquela mostrada no horário do Roubamar Costa Neto a pouco tempo. Assim já economizariam a edição de um programa.

    Tenho uma pergunta que talvez o senhor ou alguns dos amigos hariovaldianos possa responder:

    Na formatura do curso superior de jornalismo existe algum juramento da profissão? Existe um padroeiro na profissão? Pergunto isso porque, acredito, que os paraninfos e professores desses jornalistas da Veja, hoje, devem sentir muita vergonha, quer dizer, muito orgulho dessas bactérias, quer dizer, desses bacharéis.

    Veja, sempre ensinando aos esquerdopatas como se faz uma entrevista. Parabens!

    Saudações!

    Comentário por Padre Quevedo — 13 julho 2010 @ 23:45 | Responder

    • Com a sua bênção, oh, pároco, investigador da verdade a fundo!

      Acredito que tal entrevista poderia ter sido entregue ao TSE como “programa de governo” de nosso ungido. Ficou mais consistente que os discursos de D. Chirico I, o Empoçado, que foram entregues às pressas devido a falta de planeja… quer dizer, à falta de vergonha na ca…, minto! (essa hora da manhã, eu e Chiriquinho temos problemas de raciocínio), à falta de tempo de o mais ocupado dos homens, que pensa o(s) bem(ns) do Brazil!

      Alvíssaras!

      Serra é 45.

      Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 14 julho 2010 @ 06:38 | Responder

  18. Ilustríssimo baluarte da sabedoria

    Não li e não gostei!

    Anauê!

    Comentário por Conde Cambucetense — 14 julho 2010 @ 00:04 | Responder

  19. Caro Professor Hariovaldo
    Uma entrevista como essa tem que ser feita por jornalistas totalmente independente, que veja o compromisso do povo acima de tudo, proporia, por exemplo, Gilberto Dimenstein, Fátima Bernardes, Dora Kramer, Noblat, Tio Rei, e por ai vai. São apenas alguns, numa pleiade de isentismo já comprovado.

    Comentário por Avelino — 14 julho 2010 @ 05:14 | Responder

  20. Entrevistador mestre,

    Considero a parte abaixo transcrita da entrevista do Dom Chirico aqui nas Alterosas (http://www.dzai.com.br/blogdabertha/blog/blogdabertha?tv_pos_id=63417 ) lapidar:

    “…Mas e o Heródoto Barbeiro…
    Serra: O Heródoto ia ser trocado pela Marília Gabriela, isso já ia acontecer. O Heródoto entrou porque a Lillian Witte Fibe não deu certo. Mas você acha que eu era consultado em relação a isso? Imagina. A gente fica sabendo pelo jornal, aliás, eu sempre fiz questão. Até porque se você manda admitir um cara, até o momento seguinte, você é responsável, então não adianta se meter. Eu não me meto.
    Os blogs estão falando sobre isso…
    Serra: Aí é de Luis Nassif para baixo.
    O Estadão deu…
    Serra: Mas aí acaba pautando a imprensa…”
    Daria manchetes sensacionais:
    a) SERRA afirma que LILLIAN WITTE FIBE não é jornalista.
    b) Em entrevista Serra afirma que Witte Fibe é incompetente.
    c) Heródoto é sempre o último a saber (taí os livros de história que não nos deixa mentir.)
    d) A régua de Serra mede os status de qualidade dos blogs brasileiros.
    e) LUÍS NASSIF pauta a imprensa brasileira. (que o diga a VEJA – tá importante o turco que só não é lido pelo Sérgio, o Guerra).

    Quanto a alternativa (e) agora fiquei em dúvidas. Será que o mais preparado dos brasileiros lê ESSA LOUSA ELETRÔNICA e o pensamento vivo de Mestre Hari? Caso positivo ele colocaria: Do mestre Hariovaldo pra cima entre seus apoiadores?

    Comentário por Francisco A. Lisboa — 14 julho 2010 @ 07:47 | Responder

  21. Parabéns, Professor Hariovaldo. Nós, apaixonados pela Veja, estamos muito emocionados e gratos pela dupla homenagem prestada pelo blog ao nosso candidato e à nossa bíblia. A entrevista citada é um marco do jornalismo brasileiro e deve ser transformada num “case” para estudo nas faculdades de jornalismo. Os verdadeiros profissionais da imprensa devem esquecer o “trololó” petista e perguntar ao Doutor José Serra, exatamente o que disse o Professor Hariovaldo ou seja, o que Serra gostaria de perguntar-se a sí próprio.

    Nessa histórica sessão de homenagem à “Veja”, peço venia para republicar aquí uma declaração de amor à Veja em forma de poema de autoria do Senhor “Leitor da Veja”, publicado neste blog em 24.04.2010. Esse poema expressa o que vai no coração dos vejistas apaixonados, entre os quais eu me incluo. Nosso amor pela “Veja” só não é maior do que o nosso amor pelo Doutor José Serra! Os aderentes ao blog em data posterior a 24.04.2010 também têm o direito de partilhar desse momento sublime em que se encontram a musa do poeta, o entusiasmo do leitor e o ardor do militante político. Alvíssaras!

    DECLARAÇÃO DE AMOR À VEJA

    Permitam que eu me apresente
    Não sou poeta nem nada
    Sou apenas alguém que sente
    Amor incondicional pela amada

    Minha revista querida
    Razão maior da minha vida
    Por mais longe que eu esteja
    Não esqueço a minha Veja

    Revista linda de morrer
    Uma leitura imperdível
    Pra pessoas de alto nível
    Que fazem acontecer
    E não fogem da peleja
    Tenho orgulho de dizer
    Que sou um apaixonado leitor da Veja!

    Não pulo de galho em galho
    Sei onde está a verdade
    De outras informações
    Não tenho necessidade

    A revista é completa
    Só não gosta quem é louco
    Saúde, lazer, economia
    De tudo traz um pouco

    Em qualquer consultório
    Você a pode encontrar
    Enquanto não é atendido
    Você pode folhear
    A melhor revista brasileira
    Que eu aprendí a amar!

    Guardiã dos meus sonhos
    Só durmo com a Veja ao lado
    Um belo dia eu, cansado,
    Não conseguia funcionar
    Peguei minha revista querida
    E comecei a folhear
    Minha namorada irritada
    Pôs-se logo a esbravejar:
    “Tenho sido paciente
    Mas vejo que não adianta
    Você é mesmo uma anta
    Se cair de quatro fica
    Nem um guindaste levanta
    Você anda tão obcecado
    Que não consegue mais amar
    É essa droga de revista
    Que está te fazendo broxar”
    E disse outras coisas tão feias
    Que eu prefiro nem contar

    Nós dois, de cabeça baixa e humilhados
    Ouvimos tudo calados
    Ele encolhidinho entre as minhas pernas
    Não fazia menção de se manifestar
    Eu perplexo e atarantado
    Esperando a tempestade passar
    Foi doce a minha ilusão
    Ela se calou por um instante
    Mas para passar das palavras à ação
    E num inesperado rompante
    Destruiu meu exemplar de assinante
    Concluindo descontrolada:
    “Nós duas aquí não vai dar
    Agora você vai ter de optar
    Escolhendo entre eu e a Veja
    Qual das duas vai ficar”

    Papéis voando pra todo lado
    Eu, com o coração despedaçado,
    Não hesitei um instante
    E disse: “Pois que assim seja
    E, por favor, não complica
    Pois se a condição for essa
    Vai tu e a Veja fica!”
    E lá se foi minha namorada
    Batendo a porta estressada

    Sozinho, sem minha amada Veja
    Eu não conseguia ficar
    Corrí logo para a banca
    E comprei outro exemplar

    De novo com a minha revista amada
    Refletí sobre o episódio
    Envolvendo minha ex-namorada
    E sua estranha manifestação de ódio
    Eu cheguei à conclusão
    De que de agora em diante
    Para evitar mais confusão
    Serei menos tolerante

    Quem quiser me namorar
    Uma prova de amor deve dar
    Aceitando sem fazer drama
    Que eu leve a Veja pra cama

    Se você leitora da Veja
    Por uma coincidência incrível
    Ama a Veja tanto quanto eu
    Saiba que estou disponível
    Pra um entendimento
    Onde, com sorte, talvez
    Surja uma relação forte
    Onde a Veja seja o norte
    De um relacionamento a três!

    Petistas, dilmistas, lulistas
    Façam cara de paisagem
    Vocês não aguentam o tranco
    Não têm argumentos e coragem
    De encarar os vejistas
    Num debate aberto e franco!

    Portadores de pensamento jurássico
    Imersos em preconceitos
    Sem qualquer senso prático
    Discutindo mundos perfeitos
    E ultrapassadas filosofias
    Não se aperceberam sequer
    Da morte das ideologias
    Que só sobrevivem na mente
    de um bando de barbudinhos
    dependentes dos papais
    Defendendo os coitadinhos
    E criticando os jornais.

    Por mais inconveniente que seja
    Eu vou ser muito sincero
    Não troco todo esse lero-lero
    Por uma página da Veja
    E mesmo correndo o risco
    De ser chamado de fascista
    Afirmo que uma dúzia de vocês
    Não vale meio vejista!

    Seguindo a bíblia vejista
    Em vida, no céu das certezas
    Vivemos em estado de graça
    Sem angústias, sem tristezas
    Com passo firme e seguro
    Tendo a Veja como guia
    Marchamos com alegria
    Em direção ao futuro

    Determinados e confiantes
    Sempre prenhes de certezas
    Nós os leitores da Veja
    Encaramos desafiantes
    As dúvidas dos diletantes

    Temos confiança no porvir
    Uma clara visão de mundo
    E um sentimento profundo
    De uma missão a cumprir

    Enquanto vocês, não vejistas
    Marcham tensos, irracionais, angustiados
    Infelizes, tristes, fracassados
    Ardendo no inferno das dúvidas
    Hereges da nossa fé
    Tropeçando na escuridão
    Sem saber realmente o que é
    Importante e relevante
    Imersos na confusão
    A cada episódio frustrante
    Procurando a explicação
    Para o que aconteceu de errado
    Sem entender que, no fundo,
    Errada é a vossa visão do mundo!

    A Veja me assegura
    Que o Serra vai ganhar
    O resto é impostura
    De quem só quer complicar

    Tudo já está decidido
    Só se engana quem quiser
    Os homens estão divididos
    E mulher não vota em mulher!

    No sul vai ser covardia
    No Sudeste um massacre
    No norte a Dilma só ganha
    No pequeno estado do Acre!

    O nordeste está vacilando
    E já começa a pensar
    Se vale a pena perder
    Podendo tudo ganhar
    Votar em Dilma é um risco
    Que o nordeste não pode correr
    Pois pode ter a certeza
    De que nós não vamos esquecer

    Depois não adianta chorar
    E bancar o coitadinho
    A gente não vai ter dó
    Vão ter que pisar miudinho

    Mostraremos pra essa gente
    Que acabou a festança
    Tudo vai ser diferente
    Chega de tanta lambança!
    Esse país está ansioso
    Por um forte choque de gestão
    E vamos levantar de novo
    A bandeira da privatização

    Está dado o meu recado
    Está lançado o desafio
    Mas estou um tanto cético
    De encontrar do outro lado
    Alguém que esteja preparado
    Pra num debate poético
    Enfrentar um vejista apaixonado

    Acho que vou ficar sem resposta
    Nessa paisagem deserta
    Pois mais do que argumento
    É preciso ter talento
    Pra encontrar a rima certa!

    Comentário por Leitor da Veja — 24 abril 2010 @ 11:40 | Responder
    …….

    Comentário por Barão de Torquemada — 14 julho 2010 @ 08:01 | Responder

    • Caríssimo Barão,

      Estou a soluçar ante tão gloriosa produção poética.

      O nobre vejófilo é realmente o nosso Camões, o nosso Homero.

      Vou recitá-la acompanhado por uma modinha tocada no alaúde, no próximo sarau que farei em meu palacete, sob meu lustre art-noveau.

      Alvíssaras!!!

      Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 14 julho 2010 @ 14:20 | Responder

  22. Oh, Leitor de Veja, v. me faz acreditar que Camões não morreu. Muito bem!

    Comentário por Melchíades A. Prado — 14 julho 2010 @ 09:06 | Responder

  23. Prestativíssimo Mestre Hari, Amantíssimos Proselítos,
    Estou em cólicas para descobrir o livro que Don Chiroco, o amante discreto, está segurando. Será:
    “O Efeito Sombra” – 1° lugar dos mais lidos da Óia. Deepak Chopra? Muito superficial para uma mente tão “jeniol”…
    “Eu Sou Ozzy” – Ozzi Osbourne? pega mal.
    Ah! “Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas”…pensando bem, vai que a Búlgara resolve ler tb….Not.
    “Se Abrindo Para A Vida” da excelente Zibia Gasparetto. Não dá idéia, vão pensar que Chiriquito é macumbeiro…No, no, no.
    ‘Nunca Desista dos Seus Sonhos” Augusto Cury, sei não, presidência não é um sonho. Melhor evitar.
    “Encontre Deus na Cabana”…Como assim? Deus na cabana?!? NOT.
    “Cartas entre Amigos – Sobre Ganhar e Perder -“Chali… Vichi! E os votos dos evangélicos?
    “Os Segredos da Mente Milionária” Que isso? Chirico e Índio são probos.
    Eu acho que é :”Quem Pensa Enriquece” Napoleon Hill. Parente. Pode pegar mal.
    Desisto. Vou ligar pro Mestre.

    Comentário por vipíssima — 14 julho 2010 @ 09:57 | Responder

  24. Hariovaldianos e hariovaldianas

    O VICE INDIO DO LITORAL NÃO É MAIS UM SIMPLES INDIO MERENDEIRO, ATUALMENTE É UM INDIO VOADOR

    Já que o assunto é jornalismo, nada como notícias fresquinhas para alavancar a popularidade do Indio.

    Ex-genro do banqueiro ladrão Cacciola, Índio emprega em seu gabinete – conforme reportagem da Folha em 14/07/2010 – um parceiro de vôos de ultraleve em um aeroclube do Rio. O parceiro Paul Zachhau é membro da Abul (Associação Brasileira de Ultraleves) e acompanha Índio em vôos de lazer. Ele não trabalha nem no gabinete de Índio, em Brasília, nem em seu escritório político no Rio de Janeiro. Zachhau foi nomeado secretário parlamentar por Indio em novembro de 2008. Esse é o vice do Serra, que até já foi aconselhado por Serra a ter amantes, desde que seja discreto. Parece que Serra entende bem desse assunto, de ter amantes e ser discreto: segundo o blog do Noblat, em 15/11/2009, o então deputado Serra emprestava o apartamento em Brasília para os encontros amorosos de FHC com a jornalista Miriam Dutra, no início da década de 90. Será que Serra também vai emprestar apartamento para o seu vice?

    Vejam como a imprensa é mal intencionada! O jovem deputado gosta de praticar esportes saudáveis e radicais. E já vem a imprensa falar mal do companheiro de esportes, o qual, o indio só empregou para poder tê-lo sempre perto e comentarem suas aventuras. Deviam aprender um pouco com a Veja!

    Saudações!

    Comentário por Padre Quevedo — 14 julho 2010 @ 10:05 | Responder

    • Sua benção, padre!
      Fotos do Zachhau URGENTE!

      Comentário por vipíssima — 14 julho 2010 @ 14:43 | Responder

  25. Prezado fessor,

    Sugiro ao senhor que coloque um pedágio na entrada desse “sítio”,e outro na saída.

    Penso que tal atitude seria uma singela homenagem ao Zé Pedágio e assim os nobres visitantes que por cá pululam não iam ficar aborrecidos. Ao contrário.

    Inclusive esse que vos fala.

    Comentário por Pedágio é a solução — 14 julho 2010 @ 10:15 | Responder

  26. Com vcs., minha pigsister trazendo, como sempre notícias alvissareiras:
    http://oglobo.globo.com/economia/miriam/video/2010/18768/default.asp

    Comentário por vipíssima — 14 julho 2010 @ 11:14 | Responder

  27. Professor,
    senti falta do diploma na parede ao fundo.

    Comentário por Reinaldo Lopes — 14 julho 2010 @ 12:07 | Responder

    • Caríssimo Irmão lopes,

      é que são muitos, os diplom,as. Não cabem em uma única parede. Há um quarto especial, com as paredes totalmente cobertas pelos canudos de D. Chirico.

      Por Serapião!

      Comentário por SáeBenevides — 14 julho 2010 @ 12:34 | Responder

      • Tem razão Serapião, o fotografo optou por dar destaque para uma pequena parcela das obras do Prof Chirico.

        Comentário por Reinaldo Lopes — 14 julho 2010 @ 21:31

  28. Excelso Mestre, preclaros Irmãos,

    após ingentes esforços e com a ajuda de meu amigo Joe McIntosh, consegui ler o título do volume que D. Chirico deixa repousado no braço de seu trono doméstico.

    Tratam-se, na verdade das provas tipográaficas, para revisão final, de sua grande obra “Manual do Pedágio, sem Trololós nem Frufús” que o querido Catotinha-da-Mamãe dará ao conhecimento da nação em breve.

    Aguardemos!

    Por Serapião!

    Comentário por SáeBenevides — 14 julho 2010 @ 14:09 | Responder

  29. Iluminado e Luminoso Mestre,

    Confirma-se que jornalista precisa fazer curso superior de jornalimo, o qual não deve se confundido com curso de jornalismo superior.

    O notável é a dispensa das burocráticas providências e registros para provar quem é quem. Os jornalistas bons estão com Serra, os outros integram a nefanda e odiada PT-Press.

    Que São Serapião apresse o empoçamento de nosso Presidente Já Eleito, Economista, Engenheiro, Lente em Exploração Nasal.

    Comentário por Don Joze de Pan y Agua(I) — 14 julho 2010 @ 14:45 | Responder

  30. Bibliófilo Mestre,

    Até a pose de D. Chirico corresponde à de um estadista. Somente baseado nesta fotografia memorável, em meio a tantos livros, já seria mais do que suficiente para incluí-lo entre os imortais da Academia Brasileira de Letras, fazendo companhia a outros Homens Bons que por lá gorjeiam, como D. J. Sarney, o cuspidor de marimbondos de fogo do Maranhão.

    Comentário por Joseph Hill — 14 julho 2010 @ 16:38 | Responder

  31. Mestre,
    esta é da página eletrônica do Estadão:

    “Brasil é o 3º pior país para morrer

    Pesquisa internacional levou em conta sistema de saúde, os custos, e o acesso a analgésicos.”

    Porque será que o nosso pessoal, principalmente de periferia, insistem tanto em morrer por aqui? Com a eleição do Zé Chirico, nosso eutanasiano, vamos ter passagem, literalmente, para ir morrer na “Chuiça” não é?

    Comentário por Francisco A. Lisboa — 14 julho 2010 @ 16:40 | Responder

    • Alfacinho e lisboeta Lisboa,

      nas madrugadas que vara (ôpa!) lendo, escrevendo e preparndo seu ansiado Programa de Governo, D. Chirico já reservou as da próxima semana para o projeto de criação do Ministério da Exportação de Moribundos.

      O coração do Catotinha-da-Mamãe sofre com a morte de brasileiros no Brasil. Com o Ministério de Exportação dos Moribundos, a verba arrecadada com a ampliação e majoração dos pedágio em todo o Brasil terá uma parte para custear o envio para países mais civilizados daqueles que insistirem em morrer no Brasil.

      Sábio e previdente D. Chirico!

      Pela bem aventurada fadista Maria Joaquina Dobradiça das Portas Baixas, protetora dos sem fado.

      Comentário por SáeBenevides — 14 julho 2010 @ 17:45 | Responder

  32. Profi Hari, Profi Betinho irmãos e irmãs
    Esse ano já se desenha dois movimentos
    * Natal fora de época
    Com distribuição de panetones vencidos de 2003 regados à suco de laranja(laranjas-press)
    http://altamiroborges.blogspot.com/2010/06/concessoes-na-terra-de-ninguem.html
    Caso P.O.
    * Carnaval antecipado
    Como já previa nossa irmã Marquesa da Sapucaí que já fez a sua fantasia.

    Comentário por Ana Cruzzeli, a cansada — 14 julho 2010 @ 17:48 | Responder

  33. Hoje é um dia de luto para todos os nobres, todos os homens bem nascidos, pois é o aniversário da revolução comuno-francesa, que impôs coisas inaceitáveis aos homens de bens, e direitos, imagine-se só, direitos, ao populacho ignorante. No final do século XVIII, petralhas franceses (que séculos após ressurgiram na Suíça em perseguição escabrosa ao Dr. Paulo) a serviço do ouro futuro de Moscou, intentaram implantar um república bolchevique em pleno solo Galês, terra do Rei Sol, antiga encarnação de nosso Príncipe, o Farol de Alexandria, também conhecido como o brilhante ociólogo tri-aposentado PhD FhC.
    É triste saber e conferir que a gentalha ainda comemora, não sei quem lhes permitem tal despautério, veja só:

    Ainda bem, sorte nossa, que temos homens públicos da maior seriedade e probidade, como os Doutores Paulo e Orestes de São Paulo, como os Senadores Euposso Jatasso e Heráclito Omeu, como os deputados ACM-Netinho, Rodriguinho Maia e Paulinho Bornhausen, como o patriota deputado-intelectual Jair Bolsonaro, como nosso vice Índio Merendinha e como nosso virtual Presidente já eleito Dom José, o Chirico, que jamais permitirão, que jamais aceitarão, que por aqui se espalhe o mantra comunista francês, Liberdade, Igualdade e Fraternidade, três palavras abjetas que, saibam os petralhas, repeliremos à bala!

    Comentário por Ramsés II — 14 julho 2010 @ 18:32 | Responder

    • U tubíssimo pharaóh!
      Je suis desolée….Voltaire, Rousseau, Diderot ou sei-lá-mais-quem que ardam para sempre no fogo das lareiras Louis XVI que ainda subsistam nos nossos chateaux d’hiver.

      Comentário por vipíssima — 15 julho 2010 @ 08:40 | Responder

    • Nobre Pharaó,

      Estava eu aqui pensando com meus botões: seria o trololó o brioche do século XXI?

      Alvíssaras!

      Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 15 julho 2010 @ 08:54 | Responder

  34. O “OLHEIRENTO”

    A economista Maria da Conceição Tavares diz que já avisou ao ex-aluno José Serra (PSDB): votará em Dilma Rousseff (PT) na eleição presidencial. “Ele me liga, chora as pitangas. Gosto dele, mas não adianta! Com essa candidata que é um luxo eu vou votar naquele “olheirento’?”, dizia ela no almoço que Lily Marinho ofereceu à petista, apontando para os próprios olhos para explicar que fala das olheiras do ex-pupilo.(Coluna da Mônica Bergamo).

    http://tinyurl.com/3xgwjry

    Comentário por Lulão — 14 julho 2010 @ 18:37 | Responder

    • Mas o quê é isso? Mas o quê é isso? Quem está interessado nesta treslokada arrependida? Ora, pitangas! Luxo é um tailleur coco chanel, não aquele andrajoso conjuntinho -ECA- bois-de-rose, onde já se viu?
      Já estou com Lily pelas tampas!

      Comentário por vipíssima — 15 julho 2010 @ 08:34 | Responder

  35. A Razão do Descontrole do Homem bom é …

    PT faz pesquisa e vê Dilma na frente
    Pesquisa interna do PT, com 3.000 entrevistas domiciliares:
    Dilma Rousseff (PT) – 43%
    José Serra (PSDB) – 36%
    Marina Silva (PV) – 8%
    Aqui, todas as pesquisas registradas sobre a corrida presidencial.

    Quer seguir o blog no Twitter? Aqui.
    Por Fernando Rodrigues

    Comentário por Don José Frias F.S.P. Mesquita — 14 julho 2010 @ 19:03 | Responder

    • Pesquisa feita pelo PT por telefone? Isso é trololó petista. Devem ter ligado pra uma meia-dúzia de sindicatos e mais alguns bairros de periferia e pronto. Serra ganha no 1º turno, sem dúvida, já dizia o Montenegro.

      Alvíssaras!

      Comentário por Antoine Ermiriaut Civita Marinho e Albuquerque — 14 julho 2010 @ 22:35 | Responder

    • EPA! EPA! EPA!

      Mornas. Ops! Frias, vc apresentou a pesquisa incompleta. Faltou a Matemática do Zézinho”?

      Dilma Rousseff (PT): 43 = 4+3 = 7
      José Serra (PSDB): 36 = 3+6 = 9
      Marina Silva (PV): 8 = 8

      Portanto, pela “Matemática do Zézinho”, temos Serra na frente com 9.

      Comentário por embuscadoconhecimento — 15 julho 2010 @ 01:15 | Responder

  36. Inexecrável Professor: Terei lido com desatenção aquele trecho da auto-entrevista “…Ele voltou com um diploma de economista no bolso…” ? Como assim ? Ato falho em confessar-se um “Sem Canudo” ? Ou existe diploma de bolso ? Socorra este aprendiz dos Homens Bonzos.Finalizando, permita-me comentar sobre a pose de nosso Empoçado Dom Chirico na foto: Que Elegância ! Que ares intelectuais ! Que Cheiroso !
    Rumo ao Nanoestado ! Serravante !

    Comentário por wagner paulista de souza — 14 julho 2010 @ 19:21 | Responder

    • Veneziano e alagado paulista,

      esclareçamos: D.Chirico já ganhou muitos canudos na vida! Cada canudão!

      O resto é inveja dos analfabetos e despreparados lulodilmistas, a serviço do narco-anarco-comuno-sindicalismo, que hão de comer o pó da derrota.

      Pelo caboclo Ubiratan Varalonga, patrono dos Homens Bons Encanudados!

      Comentário por SáeBenevides — 14 julho 2010 @ 20:25 | Responder

    • Caríssimo Wagner,

      Esquece-te, pois, que os bolsos dos homens bons são espaçosos, cabe muita coisa neles. O que não cabe, vai pr Suíça ou pras Cayman Islands.

      Alvíssaras!!!

      Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 15 julho 2010 @ 10:22 | Responder

  37. “Deshalb ist, wenn sie kinder zur schule zu schicken: nicht so sehr, etwas zu lernen, sondern zu sitzen und zu gewöhnen ruhig und gewissenhaft erfüllen die aufträge zu ihnen, so dass nach nicht einmal denken, sie haben, um in praktische ideen”

    Emmanuel Kant

    Que tinha o ungido na mais alta conta antes mesmo que esse tivesse nas-sido, aprendeu com o tucanato daqueles tempos iluminísticos a domar petralhas desde cedo.

    E pseudo-jornalistas, a soldo do molusco de garanhuns, são como kinders desbocados: palmatórias são um método infalível de educação e bons costumes, o esteio em defesa dos princípios dos homens bons e mulheres boas (Madre Menguel e Vipíssima em 1° plano) da nação.

    Comentário por Carlos Yavelberg Marighela — 14 julho 2010 @ 23:53 | Responder

  38. Magister Hariovaldo:

    Isto sim é que é entrevista! Após lê-la fiquei com a impressão de que os jornalistas Eurípedes Alcântara e Fábio Portela fazem parte desta confraria hariovaldiana! Como são bons aqueles homens! Nada perguntaram que pudesse colocar D. José Chirico I – o Linguista – a gastar seu vocabulário digno de um Aurélio (trololós e outros neologismos usados por D. José).
    Enfim, Magister, fiquei deveras encantado com todas as soluções propostas pelo nosso Alagado Líder! Que clareza de idéias (deve ser por causa do diploma que trouxe do exterior no bolso), que astúcia (maior que a do Chapolin Colorado, não me canso de dizer), que equilíbrio (digno de um Voltaire), que respeito tem pela búlgara peruquenta (como D. José conhece a presunção de inocência! Fico pensando se o mesmo não poderia estar ao lado de Gilmar Mendes como Ministro do STF).
    Enfim, Confrades e Magister Hariovaldo: esta entrevista foi a “pá de cal” que “fechou o caixão” da candidata do Nove Unhas!
    Depois da mesma, nem os mais de 300 prefeitos que estiveram ontem (quarta) aqui em Curitiba em um evento de apoio à búlgara e ao Osmar Dias (PDT) resolvem (diga-se de passagem, acho que eles vieram porque a boquinha era livre, e não queriam ficar mal com o Nove Unhas, pois há emendas parlamentares a serem destinadas aos Municípios ainda este ano).

    Ave Serra! Viva o nosso Índio Voador! Ave Ado!
    Rumo ao nanoestado!

    Comentário por D. Sebastião — 15 julho 2010 @ 01:33 | Responder

    • Renascido D. Sebastião!

      suas palavras são como raios de Sol nessa manhã chuvosa e fria de São Sebastião Rio de Janeiro!

      Uma apreciação magistral da magnífica entrevista concedida por D. Chirico. Estou explodindo de alegria com a “pá de cal” que “fechou o caixão” da candidata do Nove Unhas!

      Ave Adão!

      Comentário por SáeBenevides — 15 julho 2010 @ 08:00 | Responder

      • Caro SáeBenevides,

        Fico feliz pelas minhas palavras terem sido de algum proveito a vós, que habitais as terras dos silvícolas tapuias (sei que é redundância), que tem a honra de ter um dos seus como vice de D. José.

        Quanto à “pa de cal” (perdoe-me a má acentução, pois estou com meu e-mac na manutenção e estou usando um notebook que veio do norh, logo com teclado diferente), que outra avaliação poderíamos nós fazer. Sugiro que vossa mercê acesse o blog do jornalista Fabio Campana (o Uncle King dacqui), e verás que bons jornalistas não deram importância a vinda da búlgara na Vila de Nossa Senhora de Curithyba.

        Alvíssaras, apesar do frio que faz aqui neste momento.

        Comentário por D. Sebastiáo — 15 julho 2010 @ 23:59

    • Caríssimo D. Sebastião,

      Penso eu que essa profusão de edis municipais em Curitiba só pode ter uma razão:

      O mindinho maldito devia estar de passeio em Curitiba, emanando suas ondas torporizantes, seus maus eflúvios.

      Penso se a fantochuda não pode estar carregando o vil apêndice extirpado em um dos bolsos, ou em um saquinho de pano, amarrado com cipós e junto de ervas preparadas Por Dirceu, o Xamã Vermelho, amarrado no pescoço, como soem andar os zumbis trazidos à vida com rituais vodu.

      Peço a Vossa nobreza que acione vossos contactos para averiguar se tal hipótese se confirma, pois o Priorado de Serapião me informou que seu último agente infiltrado cedeu às propostas orgiásticas da devassidão petelha e se encontra hoje na perdição.

      Que São Serapião nos proteja!

      Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 15 julho 2010 @ 10:34 | Responder

      • Caríssimo Professor Temístocles:

        Não fui, nem iria mesmo ao tal evento mesmo que viessem me buscar em casa e pedissem de joelhos. Logo, não posso confirmar pessoalmente o que vou falar: notícias em “off” do bom jornalismo local dão conta de que viram a búlgara com um volume estranho em um colar. Deduz-se que, por certo, deva ser um saquinho preparado em uma cerimônia como Vossa Mercê descreveu, e que por certo deve conter o mindinho do nove unhas dentro.
        Deveríamos ter chamado os Padres Quevedo e Philis para estarem no evento, para tentarem neutralizar as forças que emanam do saquinho que a búlgara carrega.

        Que São Serapião nos proteja!

        Comentário por D. Sebastiáo — 16 julho 2010 @ 00:05

  39. Mestre Hari,
    Sou fã do Boris.

    Comentário por vipíssima — 15 julho 2010 @ 08:52 | Responder

  40. DEPOIS DO TROLOLÓ AGORA VEM O CHORORÔ

    Senhores, ainda falando em imprensa, vejamos as últimas estrepolias da mesma com relação a Dom José Serra, O Choramingas.

    Primeiro uma boa notícia. Globo On line, aprendendo com a Veja, em campanha para José Serra:

    Título: SERRA ATRASA DIVULGAÇÃO DE PROGRAMA DE GOVERNO- Candidato, que não assina nada sem ler, quer dar uma última olhada.

    Agora uma má notícia:
    Em visita a São Luís, Serra irritou-se com uma pergunta de um repórter sobre sua baixa popularidade no Nordeste.Durante entrevista coletiva à imprensa, na sede da rádio Capital AM, de propriedade do deputado federal Roberto Rocha (PSDB), o presidenciável José Serra chegou a se irritar com uma pergunta deste blogueiro sobre como o candidato faria para reverter essa alta impopularidade no Nordeste, dando como exemplo o Maranhão.
    Mostrando-se irritado com o questionamento, José Serra chegou a interromper minha pergunta ao me questionar para qual veículo de comunicação eu trabalhava. Disse que eu estava gravando para a Rádio Mirante AM. Automaticamente, ele me interpelou dizendo: “essa não é a rádio do Sarney?”
    .
    “Eu não sei aonde você viu isso. Vamos fazer uma coisa, você quer fazer propaganda pra Dilma? Eu acho legítimo que sua rádio e você faça campanha para Dilma. Não tenho nada a me opor. Agora não venha falar mentira. Tudo bem, faz a campanha direto (pra Dilma)”, disse irritado José Serra.

    Outra notícia negativa:

    “Mas nem isso causou mais estranheza do que o pedido de desculpas do candidato a um jornalista da Rede Globo, Fabio Turci. O repórter havia feito uma pergunta sobre juros que desagradou o candidato.

    Serra emendou: “De onde você é?”

    Turci: “Da Rede Globo.”

    “Ah, então desculpas.”

    Um repórter ao lado não aguentou: “Você ouviu essa? Ele pediu desculpas porque o cara é da Globo”.

    Senhores. Como vocês estão vendo, existe uma “uruca” acompanhando o nosso candidato eterno, que o faz dia sim e outro também, dar “coices” em jornalistas se as perguntas não lhe agradam. Confesso que volto a temer que os eflúvios malígnos daquele horrível metacarpo do molusco, que ainda não foi encontrado, anda perturbando a mente previlegiada do “Descalvado”.

    Quem sabe, algum petelho infiltrado como cabo eleitoral, o qual acompanha Serra em suas viagens, está com o artefato mumificado no bolso, e só a proximidade do mesmo ao lado de José Xirico já cause este estrago!

    Vale conferir! Saudações!

    Comentário por Padre Quevedo — 15 julho 2010 @ 11:37 | Responder

  41. Insopitável e hermenèutico Mestre Hariovaldo.

    O fim do mundo está próximo. Deu no jornal Valor – antigamente o jornal das pessoas de bens – que a Mercedez-Benz e a Ford irão liberar seus funcionários para ter AULAS DE SINDICALISMO!!

    http://blogdofavre.ig.com.br/2010/07/montadoras-liberam-funcionarios-para-aulas-de-sindicalismo/

    Ou seja, os patrões, os homens bons da pátria, são agora cúmplices da lavagem, enxaguagem e secagem a vácuo cerebral que os canhotistas fazem no populacho!!

    Eu e minha adorável esposa, Viscondessa Kinkinha Brandão Olivares, estamos assustados. Temos medo, temos muito medo. Que São Serapião nos ajude.

    Acho que vou pedir ao nosso piloto para deixar um de meus jatinhos pronto para a partida.

    Comentário por Visconde Marcos Olivares — 15 julho 2010 @ 13:12 | Responder

  42. Que beleza professor. Vivo no paraíso chamado São Paulo e só através dessa entrevista magnânime pude perceber. Obrigada meu Deus!!!

    Comentário por maria regina — 15 julho 2010 @ 22:43 | Responder

  43. Mestre,
    Ao ler as sábias palavras do digníssimo representante dos homens bons nas respostas àquelas perguntas sabiamente elaboradas, veio-me à lembrança a também esclarecedora entrevista concedida, ao mesmo semanário dos homens bons, por José Roberto Arruda,o injustiçado Grão-Duque de Brasília.
    Não fosse pela ignominiosa armação perpetrada pelas hostes comunistas, e poderíamos, no pleito eleitoral que se avizinha, ter o sortilégio de poder votar em uma mente brilhante e eleger duas…

    Comentário por Edmilson — 15 julho 2010 @ 23:44 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: