Professor Hariovaldo Almeida Prado

7 novembro 2010

Ex-estudante de medicina cubana que vive nas ruas de São Paulo pedirá asilo na embaixada de Honduras

Filed under: Plano Condor Vermelho — Hariovaldo @ 12:30
Tags: , , , , ,
Homeless SP

Moradora de rua de São Paulo chora ao saber que Serra não ganhou

Há duas semanas atrás eu recebi uma carta de uma ex estudante de medicina de Cuba que hoje mora nas ruas de São Paulo porque teve a vida desgraçada pelo comunismo fidelístico, a qual pedia desesperadamente para os brasileiros que não entregassem a nação para Dilma porque a tragédia seria a mesma pois a candidata terrorista  (agora vitoriosa pela fraude)  não passava de um Fidel Castro de saias.

Dizia a ex-estudante que tinha fugido para o Brasil porque acreditava na vitória de Serra e na remissão do país das chagas do comunismo satânico do PT. Dizia também que era necessário impedir a todo custo que os destinos da nação caíssem  em mãos marxistas, pois caso contrário isso aqui ia virar uma enorme Cuba e milhares de brasileiros fugiriam para os Estados Unidos através da fronteira mexicana.

Imediatamente vi que a carta era uma denúncia grave contra Dilma que poderia consolidar definitivamente a vitória de José Serra no pleito de 31 de outubro e enviei rapidamente duas cópias xerográficas  para o Comando da Campanha do Serra e para o William Bonner, do JN, para que a carta fosse lida na televisão, sepultando de uma vez por todas com a candidatura da terrorista do lulopetismo. Fiquei então aguardando a divulgação da carta em vão, cheguei a pensar que ela seria divulgada no último debate da TV, mas nada. Somente ontem vim a saber que quem recebeu a carta no comando da campanha foi o governador Aécio Neves, que estranhamente a engavetou e não comentou nada com os outros integrantes da campanha serrista, agindo como se estivesse jogando contra o candidato do próprio partido (queira Deus que isso não seja verdade), e também que o grande anchorman do JN não teve coragem de ler a carta na TV pois fora ameaçado de morte por um comando de jornalistas-terroristas filiados à CUT, uma lástima!

Hoje logo cedo, ao ler as minhas mensagens eletrônicas, constatei que havia uma mensagem da ex-estudante cubana dizendo-se decepcionada e com muito medo de ser presa e deportada para Cuba novamente, como aconteceu com os boxeadores, e que estava de partida para Brasília para pedir asilo na embaixada de Honduras. Ela relatou que ganhou a passagem de ônibus para o Distrito Federal de uma jovem senhora branca, de cabelos negros, lindíssima, que andava de bicicleta nua todas as manhãs na praça onde ela ficava.

Infelizmente, com a partida desta refugiada cubana para Honduras, inicia-se no Brasil uma das páginas mais negras da ditadura comunista desde a ascensão de Lula ao poder. Como viveremos daqui para frente? Há lugar em Miami para todos nós? Temos que encontrar as respostas o mais breve possível.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.