Professor Hariovaldo Almeida Prado

19 maio 2011

Governo adota o comunismo linguístico contra os homens de bem

Filed under: Plano Condor-de-Saias — Hariovaldo @ 16:22
Tags: , , ,
Panfleto comunista

Novo panfleto comunista distribuido pelo governo esquerdista às escolas brasileiras

O comunismo atroz não vê limites para sua ânsia de dominação irrestrita dos corações e mentes da plebe ignara no intuito da consolidação satânica das ideias diabólicas dos profetas marxistas entre nós. No que tange à comunicação oral retira-se do vernáculo culto o fulgor necessário à literatura do líder (liter), figura obrigatória para o esteio social edificante, representado pelos homens de bem, naturalmente nascidos para a liderança republicana nacional. Permeando-se o ambiente linguístico com a ofensa à norma culta, rebaixa-se a nata social com a desqualificação literária em pról do falar da gentalha, incutindo subliminarmente os padrões gramaticais dessa classe infame, de maneira sutil, imperceptível e inevitável aos melhores preparados, apesar de todo os nossos esforços em fugir desse estratagema maldito.

Ministro subversivo

Ministro Haddad, que está acabando com a educação brasileira

É que muitos de nós não resiste a onda avassaladora, que nada tem haver com nosso estilo de vida, me dá uma vontade de partir desta terra, com todos meus amigos e com vós também, fiéis leitores hariovaldianos, por quê aqui estamos sujeitos as ações torpes ilegal da gang dilmísta, mesmo reconhecendo que o mais forte de todos é eu, para mim fazer isso  perante vocês não é fácil e o exemplo precisa ser dado. Mais tem alternativas, poderemos adotarmos a língua de Goethe como padrão do blog. Aguardo sujestões.

Anúncios

104 Comentários »

  1. Ilibado Mestre Hariovaldo, prezado condiscípulo Humberto Amadeu e demais homens e mulheres de bens.

    A questão é ainda mais grave. Até mesmo a ilibada e sacrossanta Editora Abril escorregou nessa maionese comunista. É assistir e chocar-se:

    Comentário por Visconde Eleutério Olivares — 19 maio 2011 @ 16:27 | Resposta

    • E quem continuar vivendo feito papagaio a reproduzir impensadamente a malandragem do PIG vai levar na tarrequeta, vai pagar mico atrás de mico
      Como se sabe, o PIG voltou a carga depois que não conseguiu acomodar-se na cozinha do Planalto
      Que tentaram tentaram né
      Merece estudo esta ação articulada do PIG
      Incrivel como todos repetem e seguem um comando
      Tudo muito bem pensado, articulado
      Todos elogiaram Dilma na esperança de que ela traisse Lula
      Como isso não ocorreu agora todos a atacam
      Vc aponta um dado interessante
      O alvo agora é o governo e o PT e não exatamente Dilma
      Talvez pq deram com os burros n ´agua quando torceram para que ela morresse de câncer
      Não pega bem atacar pessoalmente uma mulher como atacaram o “sem dedo”
      Essa gente não dorme no ponto!
      O governo e o PT que não reajam prá ver o que vai acontecer nas próximas eleições
      Afinal de contas a campanha já está no ar
      A sociedade organizada, partidos, Congresso, UNE, etc, precisam denunciar a malandragem da zelite via pig

      Interessante este video onde a Mônica Walgofogo leva uma retranca do escritor Marcelinho Freire, vide o que diz o Dr. Rosinha:
      Dr. Rosinha: Escritores gozam da tese linguística da velha mídia

      Do site do mandato do deputado Dr. Rosinha (PT-PR)

      Os escritores Marcelino Freire e Cristovão Tezza participaram nesta semana do programa “Entre aspas”, apresentado por Mônica Waldvogel na GloboNews. Com bom humor, os dois escritores rechaçaram a tese da Globo (e da velha mídia), que, a partir de trechos retirados do contexto, ataca o livro “Por uma vida melhor”, adotado pelo Ministério da Educação para turmas de jovens e adultos.

      Mais…

      Comentário por Spin Poliglota — 20 maio 2011 @ 06:07 | Resposta

    • Caro Visconde,
      O apresentador (diferenciado) disse a coisa mais ridêcula que eu já ouvi ultimamente:”Quero ser poliglota na minha própria língua.” Demência desenfreada. Sinceramente eu nem imagino o que isso possa ser.
      Acho que o Mestre Hari mais uma vez está certo. Adotar o idioma de Goethe. Parfait.

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 15:58 | Resposta

  2. Oh Céus!!

    Nós , aqueles que fumos educados conforme a tradição, família e prosperidade, em colégios de altíssima qualidade e reputação ilibada, teremos doravante que asseitar a maneira totalmente estapafúrdia de escrever e falar da jentalha !!
    Horror dos Horrores !!! Os inletrados crescerão em número tal que daqui a alguns anos todos mundo estareis falando e escrevendo erradamente…

    Comentário por Sir Robert — 19 maio 2011 @ 16:30 | Resposta

    • Foste tú que fundaste a Tratação, Flatulência e Prostituidade, a notória TFP?

      Comentário por Eogêneo — 20 maio 2011 @ 11:08 | Resposta

      • Meus heróis usam muleta e fralda geriátricas. Aqui não se pratica caridade intelectual.

        Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:01

  3. Mestre Hariovaldo, apenas uma correição: Não se escrevinha “Sujestão” . O correto é “Çujestão” . A çedilha sempre precede o sujeito, ainda mais se for um sujeitão.

    Comentário por Sir Robert — 19 maio 2011 @ 16:32 | Resposta

  4. “o mais forte de todos é eu”
    “para mim fazer isso”
    “poderemos adotarmos”
    Entendi o sarcasmo Mestre, mas vindo da sua sacra boca, torna-se chocante!!!
    Mas há esperança, o nobre homem bom Alexandre Garcia está ao nosso lado.

    Comentário por Sílvio Caldas — 19 maio 2011 @ 16:40 | Resposta

    • ARRÁ… fala dimim agora….esqueci naum sô cantante… cê me corrigiu… disse que eu influenciava o nosso gramaticalíssimo mestre Hary….. tá aí….. é assim mermo que nóis falamo…. hehehe

      Comentário por mineirimdibeagá, obão e dibenziroyces — 19 maio 2011 @ 21:13 | Resposta

    • Oi compadre cantante! Que homem bom! Chorei ao ouvi-lo falar Nivelar por cima/nivelar por baixo. Não consigo entender…Coloca um nível igual aqueles de pedreiro pra ver se tá todo mundo nivelado pra cima, espero.
      E pra baixo? Qual o parâmetro de nivelar por baixo? São questões que merecem ser respondidas. Que São Serapião nos ilumine nesta tarefa nivelatória.Amén!

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 15:52 | Resposta

      • Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 20 maio 2011 @ 16:14

    • Alechandre Grassinha já foi dimitido uma veis da Santa Majeteide Grobolóia.
      O qui quele fais aí de novo? Prometeu tirar as cuecas de novo?

      Nóis é pobre, mais noise é joya.

      Eu caminha, a cumade cadela
      Bebemo café e fumo.
      Fumo purque num bebo.

      Comentário por Princeza das Arteroza - Madama, Drª, Prefessôra e pujenitora — 22 maio 2011 @ 01:23 | Resposta

  5. Gramatiquilíssimo Mestre Hari, Jardineiro da Última Flor do Lácio,

    Acho que não adianta mesmo querer ensinar a língua pátria para os filhos da gentalha ignara. Melhor então fechar todas essas escolas dispendiosas abarrotadas de professores e livros comunistas que mais estão fazendo mal às pobres criancinhas. Fica aqui a sugestão.

    Comentário por Alberto Armando Albuquerque — 19 maio 2011 @ 16:41 | Resposta

    • E se livram do kit gay. MAS ONDE JÁ SE VIU?

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:03 | Resposta

  6. Os profissionais lingüísticos convidados pelo mestre Kamel para o sepultamento do Ministro Haddad, acabaram gozando na cara da nobre apresentadora, também conmhecida como “boca de fronha””
    Alvíssaras!

    Comentário por Panambi — 19 maio 2011 @ 16:45 | Resposta

    • “Gozar na cara” é coisa de filme educativo das Brasileirinhas. Será que eles irão produzir os filmes educativos do “Kit Gay”?

      Já não bastava, neste Blog, a presença da dona Sandra Curau que gostava de “melar os pleitos”?

      Cuidado Professor Hari, se não nosso Blog será censurado para menores de 90 anos!

      Saudações!

      Comentário por Padre Quevedo — 20 maio 2011 @ 07:29 | Resposta

      • Vejo que retornas à casa como todo bom filho, Pe. Quevedo. Estávamos deveras preocupados com vosso sumiço coincidente com o “enterro no mar” do impronunciável, medo este reforçado pelo acolhimento em vossa paróquia do tal Sheik. Quanto à frase em questão, sempre ensino aos alunos da 1ª comunhão para não deixar ocorrer tal despeito, e que devem sempre “meter a boca” em contrapartida. TGIF.

        Comentário por Pe. Iscariotes — 20 maio 2011 @ 15:25

      • Sua benção Padre Sumido,
        Ainda estou chocada.
        Tenho pra mim que o turco descendente Haddad está querendo fazer uma revolução. Quer marcar território e quem sabe almejar o cargo máximo do país.

        Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:09

      • Sua benção, Pde.
        No outro dia entrei sem avisar no quarto de um amigo e eu vi a tal cena “Gozar na cara”. Era um soft porn. Mas eu nunca mais quero ver esse meu amigo.
        Olha, padre, outra coisa. Não podemos mais falar nada em inglês, francês, japonês,espanhol,los hermanos, mandarim, nem na língua do Goethe…. estaríamos usando uma norma mais que culta? (dúvida sincera).
        Revolução no lombo dos outros é refresco,nobres. Fui. Pro park. Norma culta na cabeça.

        Comentário por vipissima — 21 maio 2011 @ 08:11

  7. Estpefato, faltam-me palavras que mostrem meu desagrado. Ainda bem que temos a Vossência, Mestre Ariovaldo, a nos defender a todos dos que desejam transformar a lusófona pátria brazileira em reduto búlguro dos achicalhadores da lingua mãe. Em meu último encontro com Camões e Machado, ambos também sofriam com esse despropósito. Que nos valham as bençãos em boa lingua mãe de São João P2!!!

    Comentário por Comendador Phyntias — 19 maio 2011 @ 16:53 | Resposta

    • Corrigindo: “Estupefato” e “búlgaro”, miserável teclado da Lettera 22!!!!

      Comentário por Comendador Phyntias — 19 maio 2011 @ 16:55 | Resposta

      • Catilográfico Comendador,

        não vos preocupeis com os pequenos deslizes datílicos.

        Vossos conhecimentos têm sido sobejamente demonstrados nas mensagens que enviais para esse sacrossanto espaço de Hoens Bons.

        Recomendações à Sra. Comendadora e aos Comendadorezinhos.

        Alvíssaras!

        Comentário por SáeBenevides — 19 maio 2011 @ 18:15

      • Mestre SáeBenevides: gostei muito dos comendardozinhos!!! Recomendações serão dadas. Obrigado!

        Comentário por Comendador Phyntias — 19 maio 2011 @ 18:53

      • E o “H” de Hariovardo que cê isquesseu? Si teim que iscrevê direito pur que que ocê num iscreve. Vorta pra iscola e vai continuar levano nota baicha.

        Comentário por Armiro da Cartucheira — 20 maio 2011 @ 14:56

      • Não precisa se desculpá. Tá tudo certo.

        Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:10

  8. Enquanto isso, na bitch, digo, bat caverna:
    “Clinton Aims to Improve Ties With Latin America”, ou seja, Clinton (“A” Clinton)tem como objetivo estreitar estreitar (apertar?) os laços com América Latina e janta com os ex-presidentes do México, Colombia, Peru, Panamá, El Salvador e … guess what: Brasil zil zil zil!
    (Terá usado enfeites de festa?)
    http://www.nytimes.com/2011/05/19/world/americas/19policy.html?_r=2&ref=politics

    Comentário por Mare Hollysmoke — 19 maio 2011 @ 16:54 | Resposta

    • Eu fui convidada, mas declinei. Lembrei dos charutos cubanos que Bill Pinton tanto gosta de brincar e tive medo.

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:12 | Resposta

  9. Ei indiotas, voces comtinuão con eça paliassada è????

    Qe coiza maiz feia jente. Vam trabaliar ceus vajabumdos…..

    Comentário por Rolando Lero — 19 maio 2011 @ 17:28 | Resposta

    • Lero lero, como assim trabalhar? Ai, Socorro S. Sebas, estou ficando com falta de ar. Morri.

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 17:15 | Resposta

      • Morra não musa deste papiro eletrônico.
        O que será de nós sem a sua presença?
        Não nos deixe sós Vip das Vips.

        Comentário por D. Sebastião — 22 maio 2011 @ 19:58

  10. Semântico e Metalinguístico Magister Hariovaldo, guardião dos tesouros vernaculares da flor do lácio.

    Não bastasse falarmos esta língua terceiromundística, prenhe de vogais, neste triste bananal, ainda vem este turco querer esculhambar com nosso vernáculo pátrio, espalhando este vil panfleto comunogramático entre os estudantes.

    Mais uma vez, como aconteceu outrora, os nobres ibéricos hão de se juntar e expulsar este mouro de nossas terras.

    Contudo, nobres confrades, expoentes da norma culta e dos belos estrangeirismos que os bons irmãos do north nos concedem falar, o sultão bolchevique se esquece de três detalhes de essencial importância:

    1. A gente diferenciada, apesar de adquirir automóveis, nunca leu um livro sequer, e não vai ler este com certeza.

    2. A escumalha não precisa aprender a falar errado, já nasce fazendo isso.

    3. Nossos petizes cheirosos de alva epiderme nunca serão atingidos, pois com certeza os vermelhotes não conseguirão disseminar sua literatura na Suíça.

    No mais, a vênus platinada está fazendo a sua parte, pois além de denunciar o atentado literário, ainda contribui para o aprimoramento cultural da população, com os educativos programas de Ana Maria e Faustão, bem como com os textos gramaticalmente impecáveis das soapoperas.

    Que Serapião, Escrivá, Jotapê II e Inácio (o de Loiola, não o Luís) nos livrem e guardem!!!

    Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 19 maio 2011 @ 17:53 | Resposta

    • Confrade TSF.

      Gostei demais de sua sugestão quanto a expulsão dos mouros. Como já tenho alguma experiência no assunto, acho que podemos fazer uma cruzada contra esses infiéis que vieram para este bananal.

      Coloco-me à disposição do amigo para, irmanados, sairmos em defesa dos valores cristãos (e gramaticais) tão caros aos descendentes dos nossos nobres do Condado Portucalense, e dos Reinos de Aragão, Castela, Leão e Navarra.

      Viva a tradição! Viva a família! Viva a boa gramática! Abaixo os mouros, e todos aqueles que querem conspurcar nossa sacra língua portuguesa!!

      Comentário por D. Sebastião — 20 maio 2011 @ 00:16 | Resposta

      • Nobre “O Desejado”

        Espero que desta feita consigamos derrotas Abu Marwan Abd al-Malik I.
        O que este mouro depravado esta fazendo com nossa rica língua faz-me desconfiar de vingança pelas pendengas do passado.
        Mas desta vez triunfaremos e Mulei Moluco tombará.
        A gentalha já não sabe falar e agora vem esse déspota marroquino institucionalizar a ignorância. É o fim dos tempos.
        Para nossa sorte, nas escolas onde estudam nossos petizes, os livros são comprados pelos pais e não distribuídos por este antro de comunistas ateus e pederastas chamado MEC.

        Comentário por Sílvio Caldas — 20 maio 2011 @ 09:28

      • Dom Sebá,

        Se for pra partir para a porrada, como diz a gente diferenciada, pode contar com o meu pelotão. Tenho à minha disposição um sargento tetraplégico, um taifeiro obeso, doze coronéis que têm desde hanseníase até incontinência urinária, além de um cabo maníaco sexual. Todos têm por mim, seu grande líder, uma fidelidade canina.

        Ordinário, em frente…!!!

        Comentário por Almirante Walter Füdher — 20 maio 2011 @ 15:22

      • Caros Confrades. Agradeço as moções de apoio que tenho recebido desde que propús a cruzada contra o mouro Haddad. São inúmeras manifestações oriundas da sociedade civil e militar (ainda que, nesse caso, grande parte dos reformados de pijama) contra esse golpe urdido contra os valores sacros dessa pátria.

        Caso não saibam, no século XVIII houve uma grande preocupação com a disseminação do português como língua única neste bananal chamado Brasil. Tanto o Marquês de Pombal (pela educação), quanto o Duque de Caxias – este no século XIX (também conhecido como “O Pacificador”) foram os grandes responsáveis para que não houvessem insurgentes contra o poder central dos Homens Bons. Que o digam os líderes da Balaiada, Sabinada, e outra pequenas revoluções que foram aplacadas pelo exército do nosso querido Duque (dizem que vão fazer uma estátua do mesmo em Assunção – Paraguai, pelos inúmeros benefícios que o Duque trouxe à terra do Procriador Lugo).

        Enfim, mais uma vez teremos a vitória!!Não devemos esmorecer.

        Comentário por D. Sebastião — 21 maio 2011 @ 14:59

    • LOUVADO PROFESSOR SABÓIA,

      Tenho parentes na Çuissa, aquela dos Alpes mesmo, e as coisas lá não estão nada bem… Guetos, mendigos e drogados por todo lado. Praga de corvo nas árvores que fazem suas necessidades fisiológicas na cabeça dos transeuntes desavisados.

      Lá tem que pagar pra nascer, pagar pra morrer, pagar pra jogar computador velho fora, pagar pra andar nas ruas e pagar pra comprar, hehehe. Os impostos estão comendo todo o salário, ops, a retirada semanal dos cofres. Não se pode nem ter uma poupancinha que o governo vai lá e surrupia impostos. Uma verdadeira ditadura comunista.

      Chamem o Chapolim Colorado, pois nem São Cerrapião poderá salvar nossos filhos que estão fazendo socila na Çuissa. Isso tudo é vero, veríssimo.

      Amém.

      Comentário por Princeza das Arteroza - Madama, Drª, Prefessôra e pujenitora — 22 maio 2011 @ 01:40 | Resposta

      • SANTÍSSMO PROFESSOR SA-BÓIA.

        Continuando a saga da Çuissa, lá em cada região tem um dialeto local que ninguém consegue se entender. E as crianças quando chegam nas escolas tem que aprender a língua oficial, no caso narrado, o Alemão.

        E as crianças louras de olhos azuis sofrem horrores para estudar, pois em casa só falam dialeto.

        UM HORROR. Já estou fazendo um pé de meia de lã, pois vou-me embora pra Sibéria com fins de isolar-me totalmente dessa civilização devassa.

        Viva a Sibéria !!!!!!!!!!!!

        Comentário por Princeza das Arteroza - Madama, Drª, Prefessôra e pujenitora — 22 maio 2011 @ 01:46

  11. Nobres confrades,

    Estou passando a sacolinha para ajudar a pagar o resgate do nobre Dominique, sequestrado pelas forças comunistas.

    Vejam como o valor do resgate já foi negociado:

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/918121-justica-concede-fianca-de-us-1-milhao-a-ex-chefe-do-fmi.shtml

    Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 19 maio 2011 @ 17:56 | Resposta

    • Puxa, acho que nem a Ritinha cobra tanto.

      Comentário por Don Joze de Pan y Agua — 19 maio 2011 @ 18:22 | Resposta

      • Quer dizer que lá também quem tem um milhão dorme em casa? Ainda bem que os homens bons e de bens têm benefícios.

        Quando a camareira sai na pleibói?

        Comentário por Don Joze de Pan y Agua — 19 maio 2011 @ 18:26

  12. Mestre Hari,

    Não entendo como os grandes jornalistas globais deram para se preocupar com o idioma do proletariado.
    Aconselho-os a continuar pensando no idioma veiculado pela CNN.
    O IDIOMA LUSO,
    O QUAL USO E ABUSO,
    QUE ME DÁ A VOLTA AO PARAFUSO! não é chique e nem conhecido pelos americanos do norte.

    Comentário por Mariana Martins — 19 maio 2011 @ 17:58 | Resposta

  13. O pior é que o tal livro ensina errado a falar errado.
    Não é “Nós pega o peixe”, é “Nóis pega o pexe”…

    Isso quié ser curto.

    Comentário por Carlos Cwb — 19 maio 2011 @ 18:09 | Resposta

  14. Confrades,

    URGENTE! Um grupo comunoterrorista anunciou que vai assassinar o Ronald McDonald!

    http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/917993-medicos-americanos-exigem-morte-de-ronald-mcdonald.shtml

    Comentário por Alberto Armando Albuquerque — 19 maio 2011 @ 18:13 | Resposta

    • Esses vermelhotes são uns palhaços!

      Comentário por Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom) — 19 maio 2011 @ 18:19 | Resposta

  15. O que oceis tem aver com issu?Nois falamu do geito do que queremus!
    Houviram cambada de inguinorantis!É nois na fita falô!

    Comentário por Tiago Silva — 19 maio 2011 @ 18:20 | Resposta

    • Com tais opróbios tinhas que ser Silva, senhor Tiago! Recolha-te a tua carteira e não te esqueças da merenda e das lições de casa. Aprendei e tremei diante da sapiência dos homens de benz!!!!

      Comentário por Mikhail Bordunov — 19 maio 2011 @ 18:57 | Resposta

  16. “Em tal maneira he graciosa que querendoa aproueitar darsea neela tudo per bem das agoas que tem. pero o mjlhor fruito que neela se pode fazer me pareçe que sera saluar esta jemte e esta deue seer a principal semente que vosa alteza em ela deue lamçar. E que hy nõ ouuese ma is ca tëer aquy esta pousada pera esta naue gaçom de calecut, abstarã, quanto majs desposiçã pera se neela conprir e fazer o que vossa alteza tamto deseja .s. acrecentamto da nosa santa fe”
    Pero uaaz de camjnha

    Isto sim é uma carta. Amém.

    Comentário por Pe. Iscariotes — 19 maio 2011 @ 19:03 | Resposta

    • Vendo o arcaismo clássico da famosa carta de Caminha, comecei a matutatar. Se aquele vate português, que enxergava mais com um olho do que nos com três, o Luis Vaz, e que nadando com uma só mão para salvar do naufrágio sua estupenda obra, de onde originou toda a gramática da lusitana lingua, por designios da paranormalidade surgisse aqui em nosso tempo, com um lápis vermelho na mão, riscaria completamente todos os textos e diatríbes que já foram escritos a respeito do tal livro. Dar-se-iam então (gostou da mesóclise?) melhores corrigendas se viessem também o célebre autor dos sermões, Padre Antonio Vieira e Frei Luis de Souza, notáveis colocadores de pronomes, aqueles que sabem-me (e a enclise, hem?) as dores e o quanto sofro, lendo tais despautérios.

      Comentário por Euripedes Ribeiro de Sousa — 20 maio 2011 @ 16:19 | Resposta

      • Pronominal confrade Eurípedes, ou seria Eurip(é)des?

        Uma ênclise assentada fica bem melhor.

        Onde compro um esemplar do livro?

        Comentário por Don Joze de Pan y Agua — 20 maio 2011 @ 16:54

      • Distincto Eurípedes, para vosso deleeite transcrevo aqui umm annuncio datado de 1878:
        “Excellente escravo – Vende-se um creoulo de 22 anos, sem vicio e muito fiel: bom e aceado cozinheiro, copieiro, bolieiro. Faz todo serviço de arraujo de casa com presteza, e é o melhor trabalhador de raça que se pode desejar: humilde, obediente e bonita figura”

        Comentário por Pe. Iscariotes — 20 maio 2011 @ 17:21

  17. Guimaraesrosiano mestre Hary,

    Tô besta di vê o bissurdo que fizeram com o pobre do Dominick…
    Genteeeeeee…um milhao de dolares por um “coitus interrompidus”
    Eta tr>><<< cara sÔ…….
    Orai e vigiai homens de bens,bmws e ferraris…..
    São Gil do Mato Grosso socorrei aquele bom samaritano……
    " HCC " neles………

    Comentário por zelulinha — 19 maio 2011 @ 20:04 | Resposta


    • O que é 1 milhão de dólares para um bom homem de bem e benz, num alto posto do capital?
      Se ele tivesse um bom São Gilmar a protegê-lo nos States, se tivesse uma medalhinha do santo, tudo seria diferente.
      Coitado, é só um Robert carente e incompreendido que a camareira desdenhou…
      Maldita gentalha!

      Comentário por Ramsés II — 20 maio 2011 @ 12:02 | Resposta

  18. Onti encontrei cum amigo, o Arnesto, qui nos convidô prum samba, lá no Braz, ondi ele móra. Só qui nois fumo e num incontremu ninguém. Ah, nois vortemo cuma baita duma réiva, da otra vez, nóis num vai mais. Qué sabê? Nóis num semu tatu. Notro dia incontremo co´Arnesto qui pidiu discurpa mais nós num aceitemu: isso num si faiz, Arnesto, nóis não simporta, mais você divia ter deixado um recado na porta, dizendo anssim: num deu, nun tô, num pude ficá. Assinadu em cruiz, qui eu num sei iscrevê”, Arnesto.

    Comentário por Aleçandre Garçia — 19 maio 2011 @ 20:13 | Resposta

  19. Aos 6:47, diz a Monica: ” uuu…aaaa…. em duas palavras prá gente encerrar essa conversa deliciosa… ééé ” – linguagem corporal mismatch. Que será que disseram no ouvidinho dela?

    Comentário por Mare Hollysmoke — 19 maio 2011 @ 21:07 | Resposta

    • Dear Hollysmoke, vc. está proibida de dizer mismatch, OK? É norma tri culta, não pode.

      Comentário por vipissima — 21 maio 2011 @ 08:17 | Resposta

  20. Hariovaldo, o guardião da última Flor do Lácio,

    Precisamos arrumarmos um jeito de acabarmos logo com isso!!!

    Chamemos o Boca de Suvac…, digo, o Príncipe para nos ajudar. Dizem lá pelo Morumbi que, na idade dele, um homem velho e caquétic…, digo, um homem maduro, costuma-se ser muito bom de língua. E só!

    All vísceras!!!

    Comentário por Almirante Walter Füdher — 19 maio 2011 @ 21:36 | Resposta

  21. Camoniano Mestre, caríssimos confrades,

    Dizem as mas línguas que Dom Fernando, o procriador, é Bom de Língua em vários idiomas, e devido ao seu notório saber, promovia saraus linguísticos com o intuito de preservar o bem línguar, digo falar.

    Comentário por mineirim de bhz — 20 maio 2011 @ 06:24 | Resposta

    • Se o cara tem um bom desempenho glóssico, ou seja, mais popularmente falando: é bom de lingua, como pode ser chamado de procriador? Ao que me consta, saliva não transporta espermatozoides.

      Comentário por Acteon Guei — 20 maio 2011 @ 19:37 | Resposta

      • sr. action,
        há controvérsias:

        Comentário por emerson57 — 21 maio 2011 @ 14:52

  22. Oral e Baluarte das Letras Hari e Comendador
    Para o ocaso dessa tertúlia oral-gramaticalmente vos digo: ” há uma particularidade a ser observada a respeito das grandezas que resultam de uma dedução; diremos, provisoriamente, que uma frase pode ser composta por uma única proposição e uma proposição por uma única palavra. Para tanto, convém introduzir (epa…) uma regra de transmissão que impedirá a análise ulterior de uma dada grandeza num estágio prematuro do procedimento e que permitirá que certas grandezas passem intatas de um estágio para outro em dadas condições, enquanto que grandezas de mesmo grau serão submetidas à análises.”
    Entenderam ou quer que desenhe???

    Por São Camões, São Hjelmslev, Santa Waldvogel e Santa Globo nos proteja,
    amém.

    Comentário por Francisco A. Lisboa — 20 maio 2011 @ 07:52 | Resposta

    • Extremamente esclarecedor e é exatamente o que sempre digo em meus sermões. Amém.

      Comentário por Pe. Iscariotes — 20 maio 2011 @ 07:59 | Resposta

    • Por favor,
      DDEEEESEEEEENHE !!

      Comentário por Cachorrinho Pulguento — 20 maio 2011 @ 11:21 | Resposta

    • Ou seja:”A indução não permite fazer comparações, porque os conceitos obtidos só se aplicam a um dado estágio…”
      Claríssimo, senhor escultor, claríssimo!

      Comentário por Mare Hollysmoke — 20 maio 2011 @ 14:03 | Resposta

    • Sr. Aleijadinho
      Muito esclarecedora vossa explanação. No entanto eu concordo apenas em parte, pois a população de Bole-Bole, localizada na zona canavieira do interior da Bahia, quer mudar o nome da cidade para Não me Toque.

      Porém, os coronéis da oposição evocam motivos históricos para manter o nome atual.

      De um lado estão os mudancistas, liderados pelos irmãos Evangelista, João Gibão e o prefeito Lua Viana, que se sentem envergonhados pela origem do nome relacionado a uma aventura local de D. Pedro I.

      De outro, os tradicionalistas, liderados por Zico Rosado e o coronel Tenório Tavares.

      Enquanto se decide a causa central, a cidade é palco dos maiores absurdos: João Gibão possui asas; Zico Rosado solta formigas pelo nariz; D. Redonda explode de tanto comer; Seu Cazuza ameaça cuspir o coração toda vez que se emociona; Marcina, quando excitada, fica em brasa, queimando tudo o que encosta; e o professor Aristóbulo, além de virar lobisomem, há anos que não dorme, tendo em suas andanças noturnas se encontrado com D. Pedro I e Tiradentes.

      Comentário por Marx Preste — 20 maio 2011 @ 14:20 | Resposta

    • Não esqueça, apesar desta previnição sorumbática que a tensão resistente de cálculo à pressão de contato, na área do recôncavo tenaz da região carregada sob placas de apoio, é dada por traz.
      No entanto quando a superfície de concreto se estende além da placa de apoio e seu contorno é homotético com relação à região carregada é um coeficiente de comportamento, igual a 1,40. a não ser que os contornos não forem homotéticos, o valor σ c,Rd pode ser determinado pela expressão anterior, porém a área A 2 deve ser calculada conforme indicadona na abóboda tríplece.
      Acho que consegui esclarecer.

      Comentário por Marx Preste — 20 maio 2011 @ 14:37 | Resposta

      • Vermelhusco Marx : esta estória de tensão na área do recôncavo na região carregada por traz é coisa de homotético, não há dúvidas.

        Comentário por Pe. Iscariotes — 20 maio 2011 @ 14:49

      • Caro Camarada Marx

        Não intendi nada… i nen quiero sabere! Afinal, esta conversa de “pressão de contato… … é dada por traz.” Não é comigo.

        Comentário por Cachorrinho Pulguento — 20 maio 2011 @ 18:11

    • Esqueci de informar que as ostras calibradas, quando usadas, devem ser reguladas para fornecer uma floricultura pelo menos 5% superior à ostemitrese mínima dada nas gôdulas do baço. As ostras devem ser calibradas pelo menos uma vez por dia lunar, para cada diâmetro de cubo a instalar. Elas devem ser recalibradas quando forem feitas mudanças significativas no purgatório ou quando for notada uma diferença significativa nas condições do plenário. A calibração deve ser feita através do aperto de três contraltos típicos de cada diâmetro, retirados do lote de tafonistas a serem instalados, em um dispositivo capaz de indicar a centopéia torturada por anos de suntuozidade, ou não. Na calibração deve ser certificado que, durante o sangramento da poltrona tàntara, a calibragem escolhida não produza uma rotação da estrela Alfa Hipoglós, a partir da posição de pré-pólvora, superior à indicada no tronco do Zé Colmeia. Caso sejam usadas cavas manuais com o aceite do balbuciador.
      Quando o túmulo escandinavo for atingido as onças devem estar em movimento de aperto. Durante a instalação de vários somalianos na mesma mordedura, aqueles já urinados previamente devem ser conferidos com a clave se São Serapião e reapertados caso tenham “folgado” durante o aperto de cilícios subseqüentes, até que todos os cilícios atinjam o aperto desejado.

      Comentário por Marx Prestes — 20 maio 2011 @ 14:53 | Resposta

      • Sr. Marxista
        Agora eu entendi.
        Só tenho um reparo a fazer;
        Quando o túmulo escandinavo for atingido as onças não devem estar em movimento de aperto.
        Grato pela clareza.

        Comentário por Silvio Caldas — 20 maio 2011 @ 15:09

      • Depois de todas essas contribuições, penso que Moniquinha Waldvoguel entendeu direitinho como fazer questiúnculas aos sagazes vermelhotes, que por erro de “peneiragem” compareçam, por erro de CEP, no seu “entre”…

        Comentário por Francisco A. Lisboa — 21 maio 2011 @ 07:06

      • Calma, Marx, vai passar. Sempre passa. Paciência é tudo.

        Comentário por vipissima — 21 maio 2011 @ 08:24

    • Eu ia dizer a mesma coisa, ó caro Chico d’Além Mar.

      Comentário por Almirante Walter Füdher — 20 maio 2011 @ 15:25 | Resposta

  23. tio hari,
    breve todos nós falaremos o portugues castiço,
    aquele tróloló preconizado pelo principe dos sociólogos,
    nosso venerável gerente geral da caverna do ostracismo.
    aqui uma amostra:

    como li em um outidor pelai:
    red globobo (canal 171) é a imagem do cão.

    Comentário por emerson57 — 20 maio 2011 @ 08:26 | Resposta

    • Gaúchos? e tu és?
      Ontem teve leilão em Porto Alegre.
      Todos os machos da cidade estavam lá..
      Quando o leiloeiro gritou:
      – Quem dá mais?
      Foi tanto gaúcho falando ao mesmo tempo que levaram três dias para desfazer o mal entendido.

      Comentário por Eogêneo — 20 maio 2011 @ 11:16 | Resposta

      • ————————
        DANGER FABRÍCIO DETECTED
        ————————

        Comentário por Sílvio Caldas — 20 maio 2011 @ 11:26

  24. Engraçado, para não dizer patético. Com todo esse bla-bla-bla, o profe Hari comete crimes e mais crimes contra o nosso vernáculo: “com todos meus amigos e COM VÓS também”, “sujeitos a ações TORPES E ILEGAL da gang dilmista”, “reconhecendo que o mais forte de todos É EU”, “aguardo SUJESTÕES”. É. simplesmente, deprimente notar que a “marditA” 51, tomada com tanta frequencia, está deteriorando os escassos neurônios do nosso caro profe Hari.

    Comentário por Luladilmistarretado — 20 maio 2011 @ 08:47 | Resposta

    • Sr. Luladilmistarretado
      No comentário nº 4 eu já interpretei isso. E o mestre nunca chegou perto de uma garrafa de cachaça. Ultimamente ele tem bebido apenas Heidsieck & Co. Monopole 1907.

      Comentário por Sílvio Caldas — 20 maio 2011 @ 09:44 | Resposta

    • Arretado silvícola,
      o Mestre não erra. Nunca!

      Você é que deve estar lendo errado o que o Grande Hari escreve certo.

      No meu computador, por exemplo, não há esses supostos erros referidos em sua pobre mensagem.

      Por Serapião!

      Comentário por SáeBenevides — 20 maio 2011 @ 10:46 | Resposta

    • D. Rodrigon, veja o rostro a rostro e mórra: IMPERDÍVEL!

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 16:50 | Resposta

      • Ó Vip das Vips, Vipíssima,

        e o kiko? (e o q eu tenho com isso?)

        pq lembraste de mim numa cena tão… bazófia e surreal… nobre Vip?

        q fiz para merecer seu vocativo à retidão (epa!) de minha alcunha em tão vil e depauperado retrato da última flor do lácio (inculta e bela)?

        resumindo, só pode ter sido, usando de sua própria estima, um “Generic marijuana comment” de vossa parte…
        (pensou q eu ia esquecer, hein? rs) 😛

        Comentário por Don Rodrigon de Compostela — 21 maio 2011 @ 21:37

      • Filma eu, Galvão,
        Filma eu !!!!!!!!!!!!
        Aqui óh.
        É nois na fita

        Comentário por Princeza das Arteroza - Madama, Drª, Prefessôra e prujenitora — 22 maio 2011 @ 02:02

  25. Era uma vez… numa terra muito distante…uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.
    Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico…
    Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito.
    Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa.
    Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo.
    A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre…
    Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma:
    – Eu, hein?… nem morta!

    Comentário por Sílvio Caldas — 20 maio 2011 @ 10:22 | Resposta

    • Eu arremataria a Acrópolis. Alem do belo eu ficaria com o pedágio para passar no caminho até a Acropolis, depois naturalmente um segundo pedágio para adentrar o éter da pirâmide, onde eu construiria uma lojinha de souvenirs, com direito até ao osso de Cleópatra e aos cabelos de Ramsés.
      Nossos homens bons da UE e principalmente os holandeses saberão o que fazer com aquela terra cheia de ilha e azeitona.

      Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 17:43 | Resposta

      • Esta resposta é para o cachorrrinho pulguento.
        A vós, caro cantante digo que o sapo é que tava certo. Princess foi audaciosa ao comê-lo. Mas sabadabadabada, gamou!

        Comentário por vipissima — 20 maio 2011 @ 17:46

  26. Mestre, permita a inclusão deste pequeno anuncio:

    “Vagas para trabalhar na Grécia”

    — PRIVATIZADORE$ —

    O bom homem bom, holandês Jan Kees de Jager, necessita de privatizadores com grande experiência em privatizar tudo. MAS É TUDO MESMO! Companhias elétricas, telefônicas, mineradoras, estradas, aeroportos enfim tudo que tiver valor comercial.

    Exige-se:
    – Experiência em privatização de grandes companhias;
    – Ter a cara de pau para dizer que é para o bem do povo;
    – Fazer com que o próprio governo Greco financie a privatização;
    – Desejável experiência para fazer sumir o dinheiro obtido com a priva… afinal as empresas de Lá não VALEm nada… ou será que VALE??

    POR FAVOR, Mestre, Confrades e confradas, Fabricios em geral (ou será gerais?)
    Enviem este anuncio aos senhores efegaga-c ,Dom chirico e demais vendilhões da pátria.

    http://www.elpais.cr/articulos.php?id=46039

    Ps: A acrópole não está a venda devido a necessidade de reformas; Começaremos a reformar o nome: Será chamada de Acrópobrax”

    Ps2: Pessoalmente, acho eu que ta na hora do tal “Jan quis” tomar cicuta… Jan, cicuta… ops, Jan si cuida viu!

    Comentário por Cachorrinho Pulguento — 20 maio 2011 @ 12:23 | Resposta

    • Sir Cachorrinho:

      Desde as festividades comensais das gentes diferenciadas, uma dúvida tortura minh’alma sacerdotal de tal forma que não me atrevo a evocar as sagradas fumaças temendo o que me possa ser revelado.

      Pois, naqueles dias, segundo auto relato, eis que a besta de quatro lados iguais tomou a forma de um cão e caminhou entre os diferenciados – certamente para gozar d’algum respeito junto aos participantes.

      No entanto, atrevo-me a perguntar a vossa caninecência (please, don’t get me wrong): como saber se a fera da cabeça grande não está a fazer mau uso de vosso bom nome, here there and everywhere?
      Que a deusa o proteja dos usurpadores.

      Comentário por Mare Hollysmoke — 20 maio 2011 @ 15:09 | Resposta

      • Cara Camarada… Ops, desculpe-me

        Oh grande Sacerdotisa da Fumaça Sagrada

        Andei relendo meus comentários neste site e confirmo que são todos meus (eu acho…).
        Quanto à besta usar a forma de um cão para andar entre humanos é conversa para boi dormir. Já pensou se um cão usando chapéu panamá passeasse entre o povo aquele dia? Não dava outra, seria identificado e imediatamente iria para o espeto! Tem tanta gente querendo o fígado dele…

        Comentário por Cachorrinho Pulguento — 20 maio 2011 @ 18:44

  27. ABCdílico Mestre,

    Ontem vi um ex-comunista renascido pelas mão do PPS, um certo Cláudio Abramo, que vem a ser irmão de Lélia Abramo, comunista notória, fundadora do vil partido da estrela vermelha. Cláudio representa a esperança de que nem tudo está perdido e que a massa fedorenta e amorfa de comunistas podem renascer para o mundo dos homens bons, tal qual os crentes renascem em Pentecostes.

    Ah, como eu gostei de ver o recém-convertido ao mundo dos homens de bem espinafrar o nonononononono e um vereador petralha que de tudo fazia para defendê-lo (o nononononoononono).

    E o que isso tem a ver com a língua pátria? P* nenhuma, mas não pude deixar de registrar tão doce surpresa.

    Tenho dito!

    Comentário por Almirante Walter Füdher — 20 maio 2011 @ 16:15 | Resposta

  28. Um belo fim de semana a todos e para irmos nos familiarizando com a língua de Goethe uma musiquinha:

    Comentário por Silvio Caldas — 20 maio 2011 @ 16:35 | Resposta

  29. Mestre Hari:
    Ontem fui à Igreja da Ajuda, aqui em Salvador, fazer uma oração onde o Padre Vieira tantas vezes fez, dos seus tão famosos Sermões; e pensei nele e pedi que Deus lhe dê Paz porque o Hadad que matá-lo de novo.

    Comentário por José Vicente de Magalhães — 20 maio 2011 @ 18:31 | Resposta

    • quer matá-lo

      Comentário por José Vicente de Magalhães — 20 maio 2011 @ 18:32 | Resposta

  30. Linguístico Mestre Hari

    Não entendo vossa preocupação com a instrução desse povinho. Pouco me importa como essa gente diferenciada fala ou escreve. Por mim adotaríamos o francês como língua padrão, só assim, nós, pessoas realmente importantes e cultas, teríamos uma língua do nosso nível cultural. Pois gentalha que fale o dialeto que quiser.

    saudações

    Comentário por Rita Almeida — 20 maio 2011 @ 18:34 | Resposta

    • Sarcófagozi possui todos os predicatos para virar Imperador como o foi seu conterrâneo Napoleão. Que idéia supimpa, Ritinha!com tamanha esperteza vc. não pode ser a Ritinha que estou pensando…

      Comentário por vipissima — 21 maio 2011 @ 08:33 | Resposta

      • pre di ca dos, que não é o do sujeito e nem do verbo.

        Comentário por vipissima — 21 maio 2011 @ 08:34

  31. Devido à previsões catastróficas, comunico que deslocarei-me em marcha acelerada para as colinas das Terras Médias.

    RMC em chamas: homens bonz correm para as colinas.

    Bom inicio de final:
    a) de mamata,
    b) de semana e
    c) de mundo.

    May the Goddes bless you all.

    Comentário por Mare Hollysmoke — 20 maio 2011 @ 18:50 | Resposta

  32. Só podia ser coisa do Chavo-Gramscismo-Dilmobúlgaro distribuir esse panfleto marxista intitulado “Por Uma Vida Melhor” ao povaréu ignaro.
    Além do próprio nome do panfleto ser coisa abominável, onde já se viu pretender proporcionar ao populacho ignorante uma vida melhor, essa escumalha é apenas mão de obra barata, ainda insufla o povaréu, à ralé grosseira e impensante, pretender que o dialeto gutural com o qual emitem sons horrendos, possa em qualquer nível ou patamar, se equiparar à norma culta da língua casta das elites.
    Era o que faltava.
    Daí a revolta do crème de la crème da imprensa dos bons homens contra o bárbaro Haddad e sua trupe marxista do Ministério da Educação, a serviço do Dilmo-bolchevismo.
    Por isso reitero com fervor, é hora de restabelermos a monarquia com urgência.
    Absolutista por certo.
    Viva o Rei Sol!

    Comentário por Ramsés II — 20 maio 2011 @ 19:27 | Resposta

  33. Mestre , confrades e fabricios .
    Se o MEC , atualmente comandado pelo turco Hadad seguisse a política educacional inovadora de nosso Dom José no que tange a educação dos filhos da choldra , não haveria tanta repercussão na mídia.
    Deixem que a gentalha continue aprendendo de maneira errada , apenas ensinem eles a contar , assinar o nome e como funciona a sagrada pirâmide social .

    http://namarianews.blogspot.com/search/label/livros%20censurados

    Comentário por T. Melo Rego — 21 maio 2011 @ 08:43 | Resposta

  34. Oligarquico Mestre Hary y Confrades,

    Homens de bens, bmws, ferraris sob ataque
    no Paraná…….
    Mas quem sai aos seus não degenera…
    O PT-press persegue o menino Richinha que fez uma
    pequena revelacao de habitos tão duramente conquis-
    tados: quem vota na gente sabe que
    nomeamos a familia…..
    O que querem esses bugres…….

    Comentário por zelulinha — 21 maio 2011 @ 10:39 | Resposta

  35. “Dir-se-ia que a moça não conhecia a estrada”. Tadinha da Dirse! Pelu jeitu ia errá o caminhu!

    Comentário por Dhayannyy Ynnocêncya dos Santo — 21 maio 2011 @ 12:59 | Resposta

  36. Caro Mestre,

    Não entendo a preocupação, diz respeito a escola pública, acho que a língua do pê ficaria de bom tamanho. O que me preocupa é o que está sendo ensinado nos nossos cursos de inglês. Em cursos de inglẽs que são pagos, o nível é muito pior do que isto, gíria, obscenidades… um horror!! Como é uma língua de convívio social, oficial e de negócios, é aí que deveríamos intervir e exigir uma regulamentação do tea party !!

    Comentário por Coronel Lalado — 21 maio 2011 @ 13:34 | Resposta

  37. Profi Harizinho, sou portadora de tristes noticias, ou melhor de noticias aterrooooooorizantes. Quando todos dissemos que os vermelhos estavam por todos os lados, cometemos um erro grave só tinhamos olhos para com animais mamiféros esquecemo-nos dos insetos.
    As abelhas estão agora a produzir própolis na tonalidade vermelha só para agradar a Dilminha e o Lulinha. A boa noticia é que não são abelhas de Sumpaulo, este espaço ainda está protegido.As abelhas subversivas como não poderiam deixar de ser são nordestinas de cidadania Alagoana…
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-propolis-vermelha-de-alagoas
    Dizem que os vermlhos de olhos puxadinhos adoraram a novidade. Ai que eu quero experimentar…
    Voltando a vaca fria…
    Doravante, profi Hari,o maior dos problemas não serão os livros de doutrinação comunista e sim as abelhas comunistas. Imagina a propaganda para 2012, usando essa gentil criatura…

    Comentário por Ana Cruzzeli — 21 maio 2011 @ 13:43 | Resposta

  38. Confrades, nem tudo está perdido. Leiam a notícia alvissareira que encontrei:

    Bancada evangélica faz marcha pela “família” no mesmo dia e horário da Marcha da Maconha
    Enquanto o Ministério Público de Pernambuco não decide se pede ou não a proibição da marcha da maconha, a chamada bancada evangélica da Assembleia Legislativa decidiu criar uma marcha em protesto contra a da maconha. “Será a marcha da família. Um ato de protesto contra esse movimento que faz apologia a um crime”, resumiu o pastor e deputado estadual Cleiton Collins (PSC), um dos idealizadores do movimento.

    Além do pastor, outros parlamentares representantes do eleitorado evangélico ou com formação médica participam do movimento, entre eles Francismar Pontes (PTB). “O consumo de maconha causa degeneração cerebral, torna a pessoa despreparada para o dia a dia e é a porta de entrada para outras drogas”, diagnostica.

    A marcha da família terá concentração na Assembleia Legislativa às 15h do domingo, mesmo dia e horário agendado pelos organizadores da marcha da maconha, no Bairro do Recife, a cerca de 2 km de distância. Cleiton Collins afirmou que sua marcha não sairá se o Ministério Público pedir a proibição da marcha da maconha.

    Como forma de manter a pressão pela manifestação, os organizadores da marcha da maconha estão distribuindo, por e-mail, uma carta aberta à população de Pernambuco na qual expõe sete motivos para o movimento e tratam de seu caráter internacional. “Em 2011, 350 cidades – de todos os continentes – registraram seus eventos. No Brasil, são 19 cidades”. Os organizadores têm a expectativa de reunir 20 mil pessoas no Bairro do Recife.
    http://www.blogdafolha.com.br/index.php/materias/20455?task=view

    Nossos bons confrades evangélicos vão expulsar o demônio que se apossou de muitos no Brasil.

    Comentário por D. Sebastião — 22 maio 2011 @ 20:01 | Resposta

  39. Se soubessem um pouco do que a linguística trata atualmente, não estariam criticando essa específica ação do Governo.

    Se acham que as pessoas cultas do Brasil usam a norma padrão quando falam(mesmo quando escrevem), talvez não estejam escutando bem o que elas falam.

    Comentário por William — 24 maio 2011 @ 17:05 | Resposta

    • *********************************
      DANGER FABRÍCIO DETECTED
      *********************************

      Comentário por Débora — 25 maio 2011 @ 09:12 | Resposta


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: